Anúncios

Guilherme Murray, muito além do “fair-play”

Em 2014, o jovem esgrimista Guilherme Murray tornou-se mundialmente conhecido por conta de belíssimo gesto de “fair-play”, após acusar ponto do adversário, revertendo resultado a seu favor que já havia sido confirmado.

O episódio, de absoluta dignidade, foi premiado, dois anos depois, com a mais alta condecoração do “fair-play” esportivo, ratificada, oficialmente, pelo Comitê Olímpico Internacional.

https://blogdopaulinho.com.br/2016/08/14/esgrimista-e-primeiro-atleta-brasileiro-a-receber-mais-alta-comenda-do-fair-play-esportivo/

Ontem, Guilherme Murray, em franca evolução, conquistou a medalha de bronze da esgrima, representando o Brasil na modalidade florete, nos II Jogos Sulamericanos da Juventude, realizados em Santiago, no Chile, que se repetem a cada quatro anos e fazem parte do programa Olímpico.

O brasileiro prepara-se para a disputa dos Jogos Olímpicos da Juventude, ano que vem, em Buenos Aires.

Participaram do torneio os mais destacados esgrimistas de cada país, no continente sulamericano, nascidos entre 2001 e 2003.

A delegação nacional foi representada por aproximadamente duzentos integrantes, entre atletas, médicos, fisioterapeutas, técnicos e chefes de equipe.

Dedicado nos treinamentos, Guilherme, talento brasileiro, no esporte e na vida, segue um caminho que promete levá-lo muito além da fama adquirida no episódio do “Fair-Play”.

ATUALIZAÇÃO: agora há pouco, Guilherme Murray conquistou nova medalha, de ouro, em equipes mistas

Anúncios

Uma resposta to “Guilherme Murray, muito além do “fair-play””

  1. Teresinha Winter Says:

    Um integrante do Comitê Olímpico, ou coisa que o valha, já que não peguei a entrevista desde o começo, informou que o Governo federal está cortando as verbas destinadas ao Ministério do Esporte, a ponto de “estrangular” vários programas. A Bolsa Atleta é uma que não se sabe se vai sobreviver, não nos moldes atuais, que já não são nenhuma brastemp. Estão acabando com tudo. Não restará pedra sobre pedra. Voltaremos à idade média do esporte, olímpico ou não.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: