Santos pagou R$ 10 milhões para encerrar caso com um dos ‘donos” de Gabigol

Recentemente, o empresário Cândido Padin Neto ingressou com ação judicial objetivando exposição de documentos da venda de Gabigol, do Santos para a Inter de Milão, comprovando possuir 10% sobre direitos do atleta.

A justiça concedeu-lhe a liminar.

O Peixe relutou, mas depositou, em juízo, quase R$ 10 milhões.

Cadin terá agora 15 dias para decidir se aceita os valores propostos ou se dá sequência à ação.

Os direitos de Gabigol, descobriu-se após a comercialização, são pedaços de pizza espalhados por diversas bocas, em que o prato do Santos, ao que parece, ficou com a partilha menor.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.