Advertisements

Champions League tem um grupo quase de morte e outros previsíveis

Foram sorteados, ontem, os grupos para a fase inicial da Champions League, mais relevante torneio de futebol do planeta depois da Copa do Mundo de seleções.

Vamos aos favoritos.

Manchester United e Benfica deverão superar CSKA e Basel.

Não haverá, também, dificuldade para que Bayern de Munique e PSG atropelem Anderlecht e Celtic.

Haverá relativo equilíbrio na disputa da segunda vaga, entre Chelsea e Roma, num grupo que tem o Atlético de Madrid favorito e Qarabag cumprindo tabela.

Barcelona e Juventus passarão fácil por Olympiacos e Sporting.

Assim como Liverpool e Sevilla por Spartak e Maribor.

O Shakhtar, espécie de legião brasileira na Ucrânia, morrerá tentando, novamente, superar os favoritos Manchester City e Napoli, coadjuvados pelo Feyenoord.

Teremos algum equilíbrio, amparado na mediocridade, num grupo que deverá classificar o Leipzig e assistir a um duelo entre Porto e Monaco, sem que o Besiktas possua chances de confrontá-los.

Por fim, a disputa mais emocionante se dará entre o favorito Real Madrid e os ótimos Borussia e Tottenham, que deverão se digladiar em igualdade de condições num chaveamento que só não é “da morte” porque Cristiano Ronaldo ainda joga futebol.

Facebook Comments
Advertisements

10 comentários sobre “Champions League tem um grupo quase de morte e outros previsíveis

  1. Bruno Moreno

    Essa Champions League está eletrizante espero que continue assim até o final. O favoritismo está entre Barcelona e Real Madrid, mas nunca podemos subestimar Bayern München, Manchester United, Juventus e Chelsea até porque são times de tradição e até mesmo o PSG e o Manchester City que vem crescendo muito nos últimos anos, além do Tottenham de Harry Kane e cia…que vem apresentando um bom futebol.
    Atualmente eu escalaria o meu time numa 4-4-2 com três volantes e um meia de ligação, assim como o Milan na temporada 2004/2005. Com exceção ao Lothar Matthäus que ao meu ver foi o jogador mais completo e vitorioso do mundo

    Goleiro: Thibaut Courtois (Bélgica) a muralha.

    Lateral Direito: Jeremy Toljan (Alemanha) um lateral versátil. Pode atuar tanto na lateral direita, quanto na lateral esquerda.

    Zagueiro: Mats Hummels (Alemanha) o sucessor de Beckenbauer.

    Zagueiro: Samuel Umtiti (França) segurança e eficiência na marcação.

    Lateral Esquerdo: Benjamin Mendy (França) incansável.

    Volante Defensivo: Lothar Matthäus (Alemanha) um jogador completo ganhou tudo que tinha pra ganhar, exceto a Liga dos Campeões. Beckenbauer teria dito que não foi Matthäus quem não teve a honra de erguer o troféu da Liga dos Campeões, e sim o troféu que não teve a honra de ser erguido por Matthäus.

    Volante Ofensivo: Leon Goretzka (Alemanha) o talento do século.

    Volante Ofensivo: Toni Kroos (Alemanha) o maestro.

    Meia Armador: Kevin De Bruyne (Bélgica) é estupendo. Me agrada ao velo jogar!

    Atacante: Andrea Belotti (Itália) um fenômeno.

    Atacante: Harry Kane (Inglaterra) matador nato.

    – Matthäus my hero!
    – Grazie di tutto Lothar!

  2. Bruno Moreno

    Essa Champions League está eletrizante espero que continue assim até o final. O favoritismo está entre Barcelona e Real Madrid, mas nunca podemos subestimar Bayern München, Manchester United, Juventus e Chelsea até porque são times de tradição e até mesmo o PSG e o Manchester City que vem crescendo muito nos últimos anos, além do Tottenham de Harry Kane e cia…que vem apresentando um bom futebol.
    Atualmente eu escalaria o meu time numa 4-4-2, Com exceção ao Lothar Matthäus que ao meu ver foi o jogador mais completo e vitorioso do mundo.

    Goleiro: Kepa Arrizabalaga (Espanha) a muralha.

    Lateral Direito: Jeremy Toljan (Alemanha) um lateral versátil. Pode atuar tanto na lateral direita, quanto na lateral esquerda.

    Zagueiro: Davinson Sánchez (Colômbia) o sucessor de Beckenbauer.

    Zagueiro: Samuel Umtiti (França) segurança e eficiência na marcação.

    Lateral Esquerdo: Benjamin Mendy (França) incansável.

    Volante Defensivo: Lothar Matthäus (Alemanha) um jogador completo ganhou tudo que tinha pra ganhar, exceto a Liga dos Campeões. Beckenbauer teria dito que não foi Matthäus quem não teve a honra de erguer o troféu da Liga dos Campeões, e sim o troféu que não teve a honra de ser erguido por Matthäus.

    Volante Ofensivo: Leon Goretzka (Alemanha) o talento do século.

    Meia Armador: Toni Kroos (Alemanha) o maestro.

    Meia Armador: Kevin De Bruyne (Bélgica) é estupendo. Me agrada ao velo jogar!

    Atacante: Timo Werner (Alemanha) um fenômeno.

    Atacante: Andrea Belotti (Itália) matador nato.

    – Matthäus my hero!
    – Grazie di tutto Lothar!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: