Anúncios

Reunião para transformar “chapinhas” em “chapões” vira confusão no Corinthians

Fran Papaiordanou

Anteontem, reunião protagonizada pelo ex-vice-presidente da FPF, o conselheiro do Corinthians, Fran Papaiordanou, com líderes de “chapinhas” oposicionistas do clube, todas concorrentes, cada qual com vinte e cinco membros, ao Conselho Deliberativo, gerou grande controvérsia.

O pretexto era o de unir os grupos em torno de um candidato à presidência que pudesse representá-los na disputa, bem provável, contra Andres Sanches.

Porém, muita gente entendeu diferente.

Pegou mal a insistência de Papaiordanou em incluir o nome de Paulo Garcia junto com os demais candidatos tratados como oposicionistas: Roque Citadini, Osmar Stabile e Romeu Tuma Jr.

Pior ainda quando, segundo fonte, por sugestão do associado Leonel Valdir, o Bola, fez-se votação informal para definir quem acreditava que o dono da Kalunga seria líder de oposição, e quase a unanimidade desacreditou.

Ficou a impressão, para alguns, que Fran tentava aglutinar as chapas, transformando-as numa espécie de “chapão” (sistema, recentemente, abolido do estatuto) com objetivo de influenciá-las a votar de acordo com seus interesses.

Houve, claro, quem não entendeu desta maneira, e, desde ontem, passou a fazer campanha pela composição, inclusive com nota oficiais, em nome de chapas, trabalhando pela união em nome dum candidato ainda a ser escolhido.

Outra confusão se deu com a Chapa “Lava-Jato”, que concorrerá com o número 99, em que seus membros reclamaram não terem sido convidados à reunião, esbravejaram, mas depois foram contidos por ligação de Fran para Roberto William, líder do grupo, explicando tratar-se de mal-entendido.

O resumo da Ópera:

  • a maioria se mostrou favorável à aglutinação de votos das chapas em nome dum único candidato de oposição;
  • quem se mostrou contrário, indignou-se tratando a proposta como “volta do chapão” ou deixar-se utilizar como “massa de manobra”, reverberando o descontentamento nas mídias sociais, local em que as discussões travaram-se, em alguns casos, em clima de “Fla-Flu”;
  • o nome de Paulo Garcia foi descartado, pelas chapas, para encabeçar campanha à presidência;
  • boa parte quer uma união de Citadini, Stabile e Tuma;
  • existe, porém, quem abomine a idéia e insista em unir apenas Citadini e Stabile;
  • Fran quer Paulo Garcia na disputa, mas, se tanto, conseguiria mobilizar seu nome numa composição à vice-presidência.
Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: