Anúncios

Treinadores erram ao buscar mudanças pela CBF

Comitê de treinadores leva propostas à diretoria da CBF (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Ontem, os principais treinadores do pais reuniram-se, na sede da CBF, para discutir mudanças na profissão, entre as quais limitação para troca de técnicos por clubes durante a temporada (no máximo uma demissão).

Tite, Falcão, Zico, entre outros nomes, nem todos com boa fama, sentaram ao lado de Marco Polo Del Nero, procurado pelo FBI pela prática de corrupção.

O erro é evidente: buscar melhorias em local inadequado, pautado em atender os interesses dos cartolas, nunca o de profissionais do futebol.

Para mudar, faz-se necessário que os próprios treinadores comportem-se, alinhadamente, com dignidade, colocando em prática o que propuseram na CBF, denunciando e recusando-se a trabalhar em clubes que descumpri-las.

Eis a questão: boa parte dos que lá estavam, apesar de discursarem por mudanças, são pilares do atraso e da sacanagem instituída, oferecendo-se para o lugar de quem está empregado, fomentando imprensa para derrubada do companheiro, aceitando, por vezes, qualquer condição de trabalho, entre as quais divisão de lucros com dirigentes.

Entre os decentes, convenhamos, há de se ter limites até para a inocência.

A reunião com a cúpula da CBF serviu apenas aos interesses da entidade, colando em Marco Polo Del Nero a imagem de pessoa aberta ao diálogo, o que, todos sabem, não trata-se de verdade, sendo bem ruim à imagem de muitos que, diferentemente dele, possuem histórico de comportamento íntegro no esporte.

Anúncios

2 Respostas to “Treinadores erram ao buscar mudanças pela CBF”

  1. Bruno de Melo Says:

    Ao menos na foto, com exceção do Tite, tudo ex treinador ou ex treinador em atividade. Também na foto, só treinador que sempre foi capacho de CBF e cartola. Isso não era nem para ser uma notícia.

  2. Renato (@galenoeu) Says:

    Sabemos que muitos “treinadores” de futebol tem negócios escusos com mafiosos do futebol, que estranhamente ganharam o nome de empresários, em compra e venda de jogadores.

    Sabendo-se disso, fica a minha dúvida se esse encontro de “treinadores” não é nada mais, nada menos uma forma desses mesmos “treinadores” pressionarem os clubes dando o seguinte aviso: “Quero mais tempo dentro do clube onde trabalho para fazer as minhas transações.”

    A impressa cobrir esse evento favoravelmente aos “treinadores” não é surpresa para mim, sabendo-se que muitos desses jornalistas participarem também de transações de compra e venda de jogadores junto com muitos desses “treinadores”.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: