São Paulo e conselheiro do clube não entram em acordo e ação que pede anulação das eleições prossegue

Em 17 de abril, o conselheiro do São Paulo, Newton Luiz Ferreira, popularmente tratado como “Newton do Chapéu”, ingressou com ação, contendo pedido de liminar, na tentativa de suspender as eleições do clube, que ocorreriam no dia seguinte.

A alegação era a de que alguns conselheiros vitalícios votariam em condição irregular.

Decisão do juiz Paulo Baccarat Filho, da 3ª vara civil do Butantã, indeferiu o pedido de urgência, mas deu sequência ao processo, que deverá ser julgado no mérito.

Todos sabem, o vencedor do pleito foi o atual presidente, Leco.

Na última semana, ambas as partes comunicaram ao tribunal ser desnecessária audiência de conciliação, por conta do desacordo ser insanável, razão pela qual o magistrado, diante de documentos, em breve deverá decidir, definitivamente, a questão.

Em caso de acolhimento dos argumentos de Newton do Chapéu, as eleições tricolores serão anuladas.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.