Fernando Garcia é investigado por tentativa de cobrar mesma dívida do Corinthians em processos diferentes

Fernando Garcia

O agente de jogadores Fernando Garcia, irmão de Paulo Garcia, dono da Kalunga, ambos atuantes nos bastidores do Parque São Jorge, está sendo investigado pela Justiça de São Paulo por suposta fraude em cobrança de valores, expressivos, contra o Corinthians.

A mesma dívida (no total de R$ 3,6 milhões) estaria sendo cobrada, com valores e processos distintos, pelo preposto SEV/HORTOLÂNDIA, equipe que só existe no papel para dissimular transações do empresário.

No dia 05 de abril de 2017, Garcia deu entrada na 26ª Vara Cívil, na ação nº 1004643-67.2017.8.26.0008, cobrando R$ 1.163.713,03 do Corinthians.

Meses depois, na última quinta-feira (08), também utilizando-se do SEV, o agente ingressou, com novo processo de cobrança contra o Timão, desta feita no valor de R$ 2.484.893,58.

Porém, para azar de Garcia, as duas ações, que cobram a mesma dívida em valores distintos, foram distribuídas para a vara do juíz Carlos Eduardo Borges Fantacini (a 26ª) que, no mesmo dia, despachou:

“Há suspeita de repetição da ação. Confronte os dados do processo distribuído com os dados do processo : 1004643-67.2017.8.26.0008”

Após checagem e constatação da irregularidade, no dia seguinte (09), o SEV (Garcia) foi intimado a esclarecer a ‘confusão”:

“Esclareça sobre eventual repetição de ação, comprovando, inclusive recolhimento de custas em ação anterior, conforme o caso.Intime-se”

Somados, os valores cobrados do Corinthians perfazem R$ 3.648.606,61.

Não é a primeira vez que procedimentos de Fernando Garcia geram suspeitas de fraudes: o agente responde, em Santa Catarina, por suspeita de associação criminosa, em suposta fraude em registro de atleta, com a conivência do departamento de registros da CBF.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.