Por que os crimes de dirigentes da CBF não são investigados no Brasil ?

Investigados em todo o planeta, dos EUA à Europa, os crimes praticados por dirigentes esportivos contra a CBF, estranhamente, não são objeto de preocupação para promotores, policiais e juízes brasileiros.

Muitas são as explicações.

O compadrio da cartolagem, que, segundo relatórios de MPs estrangeiros, teria roubado em conjunto a Casa Bandida, impede que a vítima, em tese a CBF, pressione pela apuração dos fatos, que, se levada a cabo colocaria na cadeia quase todos os dirigentes que passaram por lá nas últimas décadas.

Todos o presidentes mais recentes são apontados, no exterior, como ladrões.

Por aqui, somente CPIs parlamentares trataram essa gente como bandidos, expuseram seus crimes, mas morreram na praia, sabotadas por políticos assalariados do dinheiro do futebol, com raras exceções, entre as quais o relatório paralelo do senador Romário, que, tivéssemos uma justiça não comprometida, seria mais do que suficiente para colocar todos, de Teixeira e Del Nero, na cadeia.

Isso não acontece, como, em exemplo, na “Operação Lava-Jato”, que tem gente presa com indícios bem menores do que os escancarados crimes contra o futebol brasileiro, com farta comprovação documental, por conta da cooptação exatamente de promotores, juízes, desembargadores e políciais, que vivem o sonho do mundo à parte que é o futebol, de dentro do staff VIP, repleto de benesses, mas que, em contrapartida, submete-os à lealdade mafiosa.

Todos estão infiltrados não apenas na CBF, mas nos conselhos de clubes, nos STJDs, nas comissões de arbitragem, etc.

Com o auxílio de boa parte destes, os criminosos do futebol trabalham com salvo conduto para roubar, dissimular, corromper, enriquecer.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

2 Replies to “Por que os crimes de dirigentes da CBF não são investigados no Brasil ?”

  1. Nos conselhos deliberativos dos clubes existem JUÍZES, PROMOTORES, ADVOGADOS e outras carreiras jurídicas. Simples assim. Se escondem as coisas nos clubes, por que não o fariam na CBF ??? O que mais me preocupa é que JULGAM os processos de pessoas comuns, como nós. Como acreditar que somente em relação ao futebol eles se corromperam ??? E o resto?

  2. Simples, Paulinho. Não existe crime de corrupção privada no Brasil. Como a CBF não tem patrocínio público, não se configura crime. Diferentemente de CBV, CBB e outras confederações bancadas por Correios, BB etc.
    Isso me foi dito por um Procurador do Ministério Público Federal, meu amigo, quando questionei a soltura eterna desses indivíduos. Pode ser imoral, antiético e o caramba, mas, NO BRASIL, não é crime.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.