Será surpreendente se o Vasco da Gama estiver na Serie A em 2018

Ontem, diante do Palmeiras, mais do que a derrota de quatro a zero na Arena, mas, principalmente, a falta absoluta de algo que pudesse ser associado ao futebol dentro de campo, tratou de confirmar o que este blog já esperava: o Vasco da Gama é seríssimo candidato ao rebaixamento no Brasileirão 2017.

O clube cruzmaltino, por consequências da gestão Roberto Dinamite – que, de pilhagem em pilhagem arrebentou coma as finanças – e da subsequente, de Eurico Miranda, claramente perdida no tempo, a ponto de, em desespero, submeter o futebol a ser quintal do empresário Carlos Leite (a quem abominava), é o pior “grande” do torneio.

Terá que torcer para não ser menos eficiente que, ao menos, quatro dos pequenos.

Triste situação, que já se arrasta há alguns anos (com paliativos enganosos de conquistas estaduais) para quem, de maneira gloriosa, marcou época no futebol brasileiro.

Eurico Miranda prometeu classificação à Libertadores da América.

Em verdade, se o quadro não se alterar nos próximos meses, será surpreendente o Vasco da Gama figurar entre os vinte clubes que disputarão a Série A do Campeonato Brasileiro em 2018.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.