Anúncios

Corinthians tenta aprovar contas, às vésperas do prazo limite, sem parecer fiscalizador

Emerson Piovesan

No limite do prazo para aprovação de contas do clube (final de abril), a diretoria do Corinthians, talvez aproveitando-se desta necessidade, enviará às pressas ao Conselho Deliberativo, em reunião marcada, à princípio, para o dia 28 (véspera de feriado – o que facilitaria, também, a falta de quórum), toda a documentação.

Parecer da auditoria, em exemplo, será aprovado na mesma data.

Ou seja, os conselheiros não terão certeza alguma sobre absolutamente nada.

A justificativa, óbvia, é a de que o Corinthians será prejudicado se o balanço não for publicado, na imprensa, até o dia 30.

Levando-se em consideração que dia 28 é véspera de feriado, que a reunião terminará próxima da meia noite, sendo os dias 29 e 30, respectivamente, sábado e domingo, com o feriado na segunda (1º) – já fora do prazo e o primeiro dia útil, terça-feira (2 de maio), teria já a diretoria do Corinthians, contando com a aprovação, enviado as contas, mesmo sem anuência do Conselho, às mídias impressas, pagando pelos anúncios, antecipadamente ?

Até porque, sabemos, ainda mais em véspera de feriados, os anúncios publicados em finais de semana são comercializados, se tanto, até o último dia útil anterior.

Dia 29 ou 30 saberemos.

Para complementar o absurdo, na última segunda-feira (17), questionado por conselheiros, o presidente do Conselho, Desembargador Guilherme Strenger, utilizou como justificativa para a marcação da reunião no dia 28 o fato do órgão, até então, sequer ter recebido parecer do Conselho Fiscal, nem do CORI, sobre a contabilidade alvinegra, além da necessidade, explicitada acima, de cumprir o prazo previsto pela legislação.

Fato é que o procedimento escancara o cabresto que segura as decisões do CD alvinegro, que, deveria, se agisse com respeito ao Corinthians, analisar, antes, as contas de 2014 e 2015, protocoladas pelo diretor financeiro Emerson Piovesan, no próprio órgão, com a afirmação de que foram “maquiadas” em gestões anteriores, o que, por consequência, compromete quaisquer exercícios futuros, mesmo se previamente auditados.

ABAIXO CONVOCAÇÃO DO CONSELHO DELIBERATIVO, COM ANUÊNCIA DO DESEMBARGADOR GUILHERME STRENGER

CARTA DE GUILHERME STRENGER EVIDENCIANDO QUE A CONTAS DO CORINTHIANS NÃO POSSUEM PARECER SE ÓRGÃOS FISCALIZADORES ALVINEGROS

Anúncios

Uma resposta to “Corinthians tenta aprovar contas, às vésperas do prazo limite, sem parecer fiscalizador”

  1. Rogerio Rocha Says:

    não tem texto da Eliminação do São Paulo e nem do Corinthians?

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: