Advertisements
Anúncios

Punição a Messi é grave exagero

A CONMEBOL acaba de punir o argentino Lionel Messi, melhor jogador do mundo, por agressões verbais ao auxiliar brasileiro Emerson Augusto de Carvalho, proferidas durante o embate entre Argentina e Chile pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Quatro partidas e R$ 31,8 mil em multa.

Trata-se, claramente, de um exagero.

Messi não tem histórico violento e, por vezes, quase sempre, é dos que mais sofrem com a omissão da arbitragem em verdadeiras caçadas de adversários, nem todas punidas com a mesma veemência.

É obvio que o craque argentino mereceria ser apenado, afinal de contas, agiu inconvenientemente com uma das autoridades da partida, mas a medida da punição mais parece ter objetivo de demonstrar imparcialidade que, sabemos, inexiste na CONMEBOL, do que aplicar a justiça, como, de fato, deveria acontecer.

A Argentina está sendo, em consequencia, bastante prejudicada, sendo obrigada a disputar quase todo o restante das Eliminatórias sem seu jogador principal (Messi retornará apenas na última rodada), correndo risco, diante do aperto em que se encontra na classificação, de catástrofe que vitimaria, também os amantes do futebol que, por razões óbvias, querem assistir uma Copa do Mundo recheada dos principais astros do Planeta.

Talvez seja coincidência, ou não, o fato do presidente da Confederação Sul-Americana, Alejandro Dominguez, ser paraguaio e a Seleção de seu país encontrar-se em situação desconfortável na tabela.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: