Crefisa e Palmeiras: eu queria entender

Uma linda mulher

Uma linda mulher

Do JORNAL CLASSE A

Por RICARDO MACARRÃO

Eu sei que no futebol existem mistérios que estão acima do nosso entendimento, acontecem coisas que, qualquer um de nós, seres normais, jamais faríamos.

A maior interrogação do momento é a parceria entre Palmeiras e o grupo CREFISA.

Segundo informações, o preço de mercado para o patrocínio máster de camisa gira em torno de R$ 35 milhões, para time grande.

Com a venda de outros espaços, o total arrecadado pode atingir R$ 45 milhões.

Aí que está a minha dúvida: se eu posso fazer um patrocínio pagando R$ 45 milhões, por que eu pagaria R$ 100 milhões pela camisa do Verdão ?

Qual é a vantagem ?

Qual é o “pulo do gato” deste pagamento milionário ?

Não faz sentido.

Se eu sou contra ?

Não, lógico que não, desde que o dinheiro tenha origem, desde que não seja fruto de atos fraudulentos, não tem como abrir mão dessa quantia.

Dizem que esta dinheirama despejada no clube, além de patrocínio, é fruto de um amor incondicional de Leila Pereira e seu marido, donos da CREFISA e da FAM, pelo Palmeiras.

Pelo valor pago, isto não é amor incondicional e sim amor doentio.

Outra coisa que eu não entendo, por parte de Leila Pereira, é querer ser conselheira a todo custo do clube.

De repente ela virou a maior palmeirense do mundo.

No último final de semana, Leila foi eleita com a maior votação da história alviverde.

Na verdade, ela e seu marido, também eleito, compraram a vaga.

Depois de tanto dinheiro e muitos jogadores presenteados para a torcida, não tinha como eles não vencerem o pleito.

O que eles ganham com tudo isto ?

Por maior que seja a mídia, não consigo imaginar de quanto pode ser o retorno para a instituição.

De quanto estamos falando ?

Amigo leitor, você entende as minhas dúvidas ?

Enfim, a torcida palmeirense está feliz e esperançosa e Leila Pereira é a heroína de toda a Nação Verde e Branca.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.