Anúncios

Palmeiras se humilha pelo dinheiro da patrocinadora

Marin prossegue humilhando Andres Sanches

Notícias dão conta de que o diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, ligava, em média, dez vezes ao dia para Leila Pereira (casada com o dono da Crefisa) durante a negociação com o jogador Borja.

Se não se tratava de ousado cortejamento à afamada “Uma Linda Mulher”, subtende-se que fazia relatório, indevido, das tratativas comerciais palestrinas a alguém que sequer ocupa cargo no clube.

Por fim, o presidente do Palmeiras, que deve ter sido menos ouvido no negócio, enviou documentação do clube ao dirigente da sede da FAM (também tocada por Leila), não de seu gabinete, local oficial de trabalho.

Fica claro que o pessoal da CREFISA, mais do que patrocinadores comportam-se como gestores do Palmeiras.

Em brilhante paralelo, durante a semana, o jornalista Juca Kfouri assemelhou os procedimentos entre a contratação de Borja pela patrocinadora com o ocorrido entre MSI e Corinthians com Tevez (a maior transação da história do futebol brasileiro).

Empresas enroladas na Justiça aliadas a clubes abertos a “qualquer coisa” para alcançar seus objetivos e os daqueles que lhe dirigem.

O final da MSI/Corinthins é conhecido… o da CREFISA/Palmeiras, em breve saberemos.

Anúncios

4 Respostas to “Palmeiras se humilha pelo dinheiro da patrocinadora”

  1. Paulo (@Jesus01Paulo) Says:

    Paulo,respeito muito seu trabalho… mas não vejo que com a saída da crefisa o resultado seria como houve no corinthians com a msi… 1º pois as fontes de receita do Palmeiras não se resume somente ao patrocinio da crefisa… 2º em 2016 o patrocinio da crefisa representou nem 20% das receita do Palmeiras. abraços!

  2. silvio macedo (@sbrazzjr) Says:

    Como sempre , comentários deselegantes .
    Pra que ? Não bastaria dizer-se contrário a parceria.
    Bem , para pessoas do seu nível não se pode esperar coisa diferente.

  3. Alessandro H.R. Says:

    assim é fácil demais ser o “melhor” diretor executivo do país, é só chorar lá no colo da crefisa q eles trazem quem ele quiser, assim até eu seria o “melhor” rsrs…

    Lembram do Brunoro na década de 90 na época da parmalat ? Era a mesma coisa, os palmeirenses diziam aos 4 cantos do mundo, “é o melhor, é o melhor”

    Se não me engano foi o ex-presidente do SEP o Belluzo q resolveu trazer ele de volta para ser diretor, e oq aconteceu ? Nada pq quando ele voltou o SEP não tinha dinheiro.

    o Alexandre Mattos foi muito bem no Cruzeiro quando eles estavam com dinheiro, acabou, foi para o SEP, na hora q acabar, vai para outro clube q tem mais, até q vai chegar uma hora q a fonte vai secar ou vão perceber quem ele é de fato ae ele vai cair no esquecimento assim como foi com o Brunoro o “ex-melhor” diretor executivo do país.

    Se o SEP me pagar metade do salário do Mattos e a patrocinadora continuar com esse fluxo de caixa, eu não teria problema algum em trabalhar para eles, e tenho certeza q em apenas 1 ano viro ídolo trazendo oq tem melhor no mercado rsrs…

  4. Roberto Mauro Batista Gomes Says:

    Um agiota cobra em média 10% a.m. A Crefisa cobra mais de 20% dos pobres dos negativados. É fazer festa com a desgraça alheia com a conivência de todos os governos que fecham os olhos para esse tipo de extorsão descarada contra a pobre população. Dessa maneira se quiser comprarão o Palmeiras, grande na tradição, porém que se apequena diante do seu passado.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: