Jadson e Drogba: malandragens da diretoria do Corinthians

Vergonha

Ontem, data limite da janela internacional de transferência de atletas, o Corinthians confirmou a contratação de Jadson e a recusa de Drogba em jogar no clube.

Em ambos os casos, a diretoria utilizou-se de malandragem para “informar” a torcida.

http://www.corinthians.com.br/noticias/ver/61813#.WJEuWBsrKUk

Disse ter acertado o vínculo de Jadson (33 anos) por dois anos, com prorrogação automática de contrato para o terceiro ano se o atleta jogar, no mínimo, 50% das partidas no ano anterior.

Qual é a chance deste jogador, que chegará para ser titular, não fazê-lo, no contexto de estar inserido em elenco tão limitado ?

Pior ainda foi a patética nota oficial para explicar o desfecho do caso Drogba.

Agradecer ao marfinense por ter recusado o Corinthians e tentar convencer (com estas palavras) que o jogador transformou-se em mais “um louco do bando” após conversar com Roberto Andrade, é de uma idiotice tacanha, além de subjugar a inteligência do torcedor.

Sem contar que o termo utilizado é de autoria de Luis Paulo Rosenberg, a quem o presidente alvinegro odeia.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

One Reply to “Jadson e Drogba: malandragens da diretoria do Corinthians”

  1. “Qual é a chance deste jogador, que chegará para ser titular, não fazê-lo, no contexto de estar inserido em elenco tão limitado ?”

    Isso é criticar por criticar, mesmo que não haja motivo. Ridiculo.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.