Para barrar impeachment, Roberto Andrade imita Dilma Rousseff e tenta reaproximação com Andres Sanches

renovação e transparência

Sabedor de que o ex-presidente do Corinthians, Andres Sanches, possui, ao menos, 160 votos no Conselho Deliberativo do clube (dos 200 eleitos com a chapa “Renovação e Transparência”, calcula-se, há em torno de 40 dissidentes), num universo de pouco mais de 350, o atual mandatário, Roberto “da Nova” Andrade, orientado por assessores, vem tentando reaproximar-se do agora desafeto.

Mas Sanches, ontem, em nota publicada no facebook, voltou a detonar a atual administração, que ajudou a eleger.

O parlamentar jogou toda a culpa dos problemas do estádio em Roberto, atirando também na BRL TRUST, quando, em verdade, o ex-presidente, além de responsável principal pelo empreendimento (respondia pelo clube e ainda responde pelo FUNDO) – conforme declaração recente do ex-presidente Mario Gobbi, atuou em absoluta promiscuidade com a Odebrecht, de quem, suspeita-se (operação lava-jato), teria recebido gorda propina.

Voltando a Roberto, a intenção do dirigente, para estancar a sangria aberta com o afastamento de seu padrinho político, é conceder-lhe “carta branca” no departamento de futebol (onde Sanches mantém ainda alguns homens, como Joaquim Grava e Mauro Van Basten), ‘promovendo” o incapaz Flávio Adauto à “rainha da Inglaterra”.

O procedimento é semelhante ao ocorrido, recentemente, com a então presidente Dilma Rousseff, que, também acuada, convidou o ex-presidente Lula para compor o Governo (ajudando-o, também, a obter foro privilegiado), ação que foi impedida apos revelação de novas irregularidades.

A grande dúvida é se Andres Sanches pisará novamente nesta barca (oficialmente), apesar de, por fora, exercer ainda seu poder (principalmente no futebol), sabedor de que, a cada dia, aumenta a evasão de camundongos em busca da salvação de suas própria peles no Parque São Jorge.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.