O Salvador da Nação

Distintos cartolas

Eleito como Salvador da Pátria, o petista, com atos populistas, amparados em irresponsabilidades administrativas (e financeiras), iludiu toda uma Nação, que, no início, tratou-o como melhor Presidente de Todos os Tempos.

A seu lado, aliados antigos (mais populares), outros, diplomados que, mesmo constrangidos por obedecer ordens do semi-analfabeto, a ele blindavam, fingindo não enxergar os desvios de conduta, e, por vezes, defendendo-o das consequencias.

Uma espécie de fusão da “ralé” com a “nobreza”.

A popularidade ampliou a voracidade, as loucuras e o número de adeptos, sejam os que se enganavam ou os que queriam fazer parte do Sistema.

Boa parte da imprensa, sustentada pelo projeto de poder, agora se revolta por dele não mais poder se beneficiar.

Rareiam as “manchetes” de “grandes feitos”, ampliam-se as que demonstram, enfim, em verdade, o caos.

A intenção, clara, dos governantes, era a de perpetuação no poder, enriquecimento dos líderes e distribuição de recursos a apoiadores.

A conta, após anos de desatinos, enfim chegou.

O povo acordou (excetuando-se os poucos que ainda sobrevivem de recursos que, cada vez mais, estão próximos de findar), o Líder enfrenta problemas judicais graves, seus aliados mais próximos, quando não enrolados com a “Lava-Jato”, o estão com o STF, e os que lhe amparavam no “prestígio” e ostentação de Diplomas mudaram de lado.

Estamos falando do Corinthians, assim como o nosso país, vítima dos “companheiros”, chefiados por um aprendiz de Lula, o deputado federal Andres Navarro Sanches (PT), que, assim como Propinópolis (Brasil), em menor proporção, mas com procedimentos semelhantes, caiu no golpe do populismo, está quebrado, com seus bens alienados, e a possibilidade de solução dos problemas cada vez mais difícil.

Serão necessários anos de reconstrução pela frente, espera-se, tocados por quem não se utilize do clube como meio de sobrevivência, mas a ele sirva com respeito, honestidade e dedicação.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.