Advertisements
Anúncios

Sem receber salários, Diretor de Futebol do Corinthians compra apartamento ao lado do Morumbi

Andres Sanches e Eduardo Gaguinho, a criatura
Andres Sanches e Eduardo Gaguinho, a criatura

Desde 2007, o cargo de Diretor de Futebol do Corinthians (ou co-ligados) mais parece a lenda do pote de ouro no fim do Arco Iris: mesmo sem receber salários, a grande maioria ampliou substancialmente o patrimônio.

Andres Sanches saiu milionário, Roberto “da Nova” Andrade ampliou sua participação na “Nova Veículos” (antes, funcionário que era, restrita a 1% de “alaranjamento” para 10%), Duílio do Bingo criou empresa em Miami (que precisou fechar para fugir do FBI), Mario Gobbi aposentou-se da polícia, André Negão tornou-se morador de imóvel de R$ 1,2 milhão no Tatuapé, e por ai vai…

Desde a posse da nova diretoria, ocupa o cargo (mesmo sem fazê-lo oficialmente – no site é tratado como adjunto de ninguém) a figura do ex-assessor de imprensa dos Gaviões da Fiel, um dos líderes do Movimento “Fora Dualib”, Eduardo Ferreira, o Gaguinho.

Braço direito de Andres Sanches (dele recebia vantagens para coagir conselheiros), Edu, somente após a entrada no poder da chapa “Renovação e Transparência”, criou empresa de construção, a FOCCO Construção e Incorporação Ltda, quem vem, para ocultar-se, subcontratando empreiteiras (ligadas a seus paceiros) agraciadas com diversas obras bancadas pelo Corinthians: desde a construção do CT das categorias de base, passando por pequenos ajustes no Parque São Jorge até a recente construção de uma creche, orçada em R$ 4 milhões, contrapartida do estádio em Itaquera.

Recentemente, com a vida melhorada, adquiriu apartamento de padrão elevado, no bairro da Vila Sônia, próximo ao estádio do Morumbi (pertencente ao São Paulo), longe, portanto, da tão proclamada Itaquera (sede do estádio do Corinthians).

O imóvel, avaliado em R$ 800 mil, está localizado à rua Trajano Reis nº 185, apto 126, no Condomínio Costa do Sol, Edf. Camburi, Cep. 05541-030, com 92 m² de área construída, num terreno de 20.324 m², com todas as facilidades (piscina, academia, etc.).

Deve haver explicação para a evolução patrimonial de um dirigente que há anos não recebe salários e que possui empresa que existe (oficialmente) somente no papel, sem movimentação ativa, até para que não imaginemos possíveis desvios de conduta (e dinheiro) do já tão combalido caixa alvinegro.

trajano-reis-185-ap-126predio-ate-morumbiiptu-1

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: