Santos consegue efeito suspensivo e mantém “calote” em Pelé

ali e pelé

O Santos conseguiu, semana passada, efeito suspensivo, concedido pelo TJ-SP, para manter por mais algum tempo o calote no pagamento de contrato vitalício de imagem com o Rei Pelé.

Os valores, somente nesta ação (a dívida é bem maior) atingem R$ 410 mil.

Pelé havia vencido a causa em primeira instância e também no agravo movido pelo clube.

A manobra do Peixe, por razões óbvias, tem objetivo claro de atrasar a execução, em absoluto desrespeito a seu ídolo maior, sabedor que é a decisão do mérito dificilmente deixará de assistir razão ao credor, absolutamente documentado sobre a questão.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.