Advertisements
Anúncios

Andres Sanches confirma que amigo de infância é remunerado no estádio em Itaquera

andres-taxinha-2013_03_07-19_30_38-UTC_thumb.jpg

Apesar da pouca repercussão, a entrevista concedida pelo ex-presidente do Corinthians, Andres Sanches, ao LANCE!, entre bravatas e sandices habituais proferidas pelo dirigente, acabou por expor uma verdade, antes desmentida pela direção alvinegra.

Recentemente, descobriu-se que o bacharel em direito, Paulo Molina, tratado como “doutor” no Parque São Jorge, realizava serviços que deveriam ser executados por advogados na Arena em Itaquera.

Mais do que isso, até negociava alguns contratos.

Questionado, Sanches, à época, declarou que o amigo não recebia remuneração, ajudando pelo simples fato de ser “corinthiano”.

Ontem, ao Lance, o alvinegro se atrapalhou, afirmando:

“Ele tem um escritório que presta serviço à Arena. A parte jurídica da Arena e do naming rights passa por ele.”

“(se Paulo Molina será remunerado) Lógico que vai, não tem nada de graça. De graça trabalho eu, que sou tonto, e um monte de dirigente.”

Além de gerar suspeitas que profissional, sem a qualificação necessária, além de amigo de dirigente sem cargo no clube, toque negociações da relevância dos naming-rights (o que pode explicar, talvez, os fracassos), chega a ser hilário Sanches tentar convencer a quem quer que seja “trabalhar de graça” para o Corinthians.

Assim como é bem difícil acreditar que o referido bacharel faça uso da totalidade de recursos que recebe da Arena, sem que, para tal, tenha que dividir parte do montante com terceiros, quartos e quintos do Parque São Jorge.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: