Advertisements

Partido Nacional Corinthiano é retrato da política nacional

pnc

A aprovação, pelo TRE-SP, de registro do Partido Nacional Corinthiano é demonstração clara do quão é indecente o sistema político nacional.

Em meio a discussões sobre reformas políticas, que exigem, entre outras coisas, a redução de partidos, quase todos legendas de aluguéis para sustentar meia dúzia de vagabundos em troca de ceder segundos preciosos, comprados, indecentemente, pelos que possuem alguma relevância no cenário nacional, eis que surge mais esse escárnio.

Criado por Juan Antonio Moreno Grangeiro, criminoso condenado a oito meses de prisão por agredir um policial, além de ser réu em processo pelo qual, segundo as vítimas, intimidou-as portando arma de fogo, o PNC, de maneira leviana, utiliza-se ainda do rosto do Dr. Sócrates em sua bandeira, em atitude baixa, populista, em desrespeito absoluto a um ícone não apenas do Corinthians, mas da história democrática nacional.

Apesar da aprovação estadual, o partido não possui, ainda, autorização nacional, negada em 2015, após votação unânime do TSE, da qual Grangeiro, que já atuou na política, desastrosamente, em Ubatuba pelo PV, deverá recorrer.

Em tempos de mudança de postura da sociedade, faz-se absolutamente necessário combater essa aberração, e também outras, semelhantes, que por ventura venham a ser criadas no futuro.

 

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d blogueiros gostam disto: