Vice do Corinthians tenta se descolar da gestão e critica “escândalo da base” para jornalistas e associados

kalil andres

O médico Jorge Kalil, vice-presidente do Corinthians, tem trabalhado nos bastidores para se descolar dos desvios de conduta da atual gestão alvinegra, principalmente após a exposição do recente episódio das categorias de base.

Tem conversado com jornalistas, associados e até opositores, sempre com o mesmo discurso: “quando soube, bati de frente com o Mané (um dos acusados). Não faço parte da roubalheira. Estou no cargo para combatê-la.”

A ação tem provocado revolta entre seus colegas de gestão e incredulidade nos demais interlocutores.

Principalmente pelo fato de, apesar da fala incisiva nos bastidores, nenhuma ação administrativa, efetivamente, foi levada a cabo pelo dirigente, dando a impressão de que mais do que expor ou resolver os problemas, Kalil tem o objetivo de faturar politicamente com a situação.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.