Carta aberta de um conselheiro aos que prometeram investir R$ 30 milhões no Palmeiras

belluzzo e pescarmona

Durante o período eleitoral do Palmeiras, o candidato Wlademir Pescarmona, mais conhecido pela alcunha “Pescachaça”, com endosso de seu vice, o Prof. Belluzzo, garantiu que tinha em mãos investidores que colocariam, ao seu sinal, R$ 30 milhões nos caixas palestrinos.

Com a vitória de Paulo Nobre, ninguém mais tocou no assunto.

Ficou a dúvida de realmente existia tal promessa ou se tratava, na verdade, de lorota para vencer as eleições a qualquer custo.

Em meio às dúvidas, o conselheiro do clube, Gilto Avallone, sempre combativo, publicou carta aberta aos nomes citados por Pescachaça como os “notáveis” que teriam acertado o repasse do montante ao Palmeiras.

Vale a pena conferir:

“Senhores,

– Marcelo Castelli:tem mais de 25 anos de experiência no setor e é presidente da Fibria, a maior companhia brasileira de celulose e papel.

– José Carlos Grubisich:presidente da Eldorado Celulose. Os maiores investidores são do grupo J&F (47,2%), que comanda a maior processadora de carnes do mundo, a JBS.

– Venilton Tadini: presidente do banco Fator. Sua carreira ficou marcada pela sua experiência como vendedor de estatais, bem como ajudando a preparar as medidas provisórias do Plano Collor.

– Italo Barioni: dono da Contem, que também faz parte do segmento de papel e celulose. Participou de diversos projetos na área de geração e distribuição.

– Marcos Arnaldo Silva:ligado ao ramo petrolífero, foi presidente da Repsol Distribuidora. Depois, deu lugar a uma empresa de US$ 17,8 bilhões em valor de mercado, na qual 60% cabe à Repsol e os 40% restantes são da Sinopec.

– Miguel Nicolelis: médico e cientista brasileiro, foi considerado um dos 20 maiores cientistas do mundo. Ele e sua equipe realizaram a demonstração pública de um exoesqueleto controlado pelo cérebro de um paciente paraplégico.

Os prezados foram apresentados como notáveis na recém finda campanha eleitoral para a votação de presidente do nosso Palmeiras.

Se tinham tanto interesse em colaborar com o clube do qual vocês dizem ser “APAIXONADOS E FANÁTICOS TORCEDORES”, porque então só surgiram na época eleitoral?

Será que agora vão “fugir da raia”?

Se efetivamente são o que foi apreogado pelos derrotados nas eleições, agora que a poeira baixou, vão “sumir do mapa”?

Olha!

Se realmente são os palmeirenses que alardiaram devem dar sequência ao planejamento que prometeram e contatarem o presidente Paulo Nobre para juntos executarem a estratégia que disseram ter sobre investir R$ 30 milhões no nosso Palmeiras.

O nosso Palmeiras é um só!

Se querem colaborar de verdade, tamanha colaboração será mais que bem vinda.

Sentarem à mesa com os eleitos, pessoas por demais de corretas e honestas, e quem sabe unidos darem a alavancada que estamos precisando.

Hoje seus nomes estão bem conhecidos e identificados na coletividade palmeirense, pois vocês mesmos se apresentaram com seus respectivos planos.

Agora só resta saber o seguinte:

SÃO VERDADEIROS PALMEIRENSES OU EMBUSTEIROS?

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.