Esquema ! Corinthians emprestou jogador gratuitamente para Lusa e ainda cedeu 50% dos direitos em caso de negociação

duilio sanches gobbi roberto

Durante a gestão Mario Gobbi, o Corinthians emprestou diversos atletas para a Portuguesa, gratuitamente, a maioria ligados a conselheiros do clube, dirigentes ou empresários parceiros, arcando com pagamento de salários.

O negócio, em si, já era questionável, para não dizer muito ruim.

Tivemos acesso, na última semana, ao contrato de empréstimo firmado entre o Timão e a Lusa, referente à cessão do jogador Marcos Vinicius, com validade até 31 de maio de 2015.

O esquema para beneficiar empresários e dirigentes é explícito.

Logo na primeira página há a indicação de que o Corinthians emprestará o jogador “sem qualquer pagamento de indenização pela Portuguesa”, que terá que se comprometer, conforme indica a clausula 10.1, a escalar Vinicius na equipe principal, ou, no máximo, na Copa São paulo de Juniores.

A clausula nº 5 especifica que, apesar da Lusa nada pagar pelo empréstimo, ou seja, já estar beneficiada, “o Corinthians pagará a remuneração integral do atleta, assim como os encargos incidentes.”.

Não contentes, dirigentes e empresários ligados ao Corinthians, decidiram, segundo as cláusula 4 e 4.1, que, mesmo sem nada pagar, em caso de venda do jogador, o Timão cederá 25% dos valores líquidos a Portuguesa, doando outros 25% para o atleta.

Ou seja, a parte da divisão das comissões.

Das duas, uma: é a comprovação de que os dirigentes do Corinthians estão roubando o clube ou são absolutamente incompetentes na gestão do patrimônio alvinegro.

lusa 4

lusa 5

lusa 6

lusa 7

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.