O nariz de Valdivia

Valdivia não merece colocar mais a camisa do Palmeiras

Uma fratura no nariz retirou o chileno Valdivia – que não se contunde em Copas do Mundo – aos 18 minutos do clássico disputado contra o São Paulo.

A versão oficial é a menos crível, e da conta de que o atleta teria se machucado na quarta-feira, em choque involuntário com o meia Wesley, em treinamento no clube.

Difícil explicar, porém, a participação de Valdivia, sem reclamar de dores, nos treinos subseqüentes.

Há quem diga que a verdade sobre o problema teria sido originada entre quinta e sexta-feira, em período de diversão, em que o fígado do atleta, atingido, teria lesionado parte do cérebro, ocasionando reações adversárias que teriam culminado na lesão nasal.

Justamente a parte do corpo do atleta mais flexível, vítima de suas sempre criativas desculpas para não jogar.

Fato é que, em sendo verdadeira a versão oficial, os médicos palmeirenses tem que ser advertidos por incompetência, razão pela qual os próprios tem a obrigação de pressionar a diretoria para que a história, inclusive a oficiosa, seja minuciosamente checada.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.