Associados do Corinthians se revoltam com proposta de trocar o clube pelo estádio

são jorge

Há algumas semanas vem sendo comentado que uma das alternativas sugeridas pela atual gestão do Corinthians para quitar as pendências do “Fielzão” seria trocar o Parque São Jorge pelo estádio.

Ou seja, mandar executar a dívida com as garantias já existentes.

Segundo os dirigentes, seria a única maneira de fazer o time de futebol “andar” nos próximos anos, em que o caixa alvinegro inviabilizará a formação de grandes esquadrões.

A proposta, porém, revoltou os frequentadores do Parque São Jorge, alguns que vivem o ambiente do clube antes mesmo dos atuais gestores terem sido projetados para a existência.

“É um absurdo ! O Parque São Jorge é um patrimônio do Corinthians, com terreno próprio, quitado, e departamentos construídos com o suor dos associados. Seu valor real, sem contar o emocional, é incalculável !”, disse um importante conselheiro.

“Trocar o que é nosso, localizado num bairro como o Tatuapé, por um estádio construído em terreno que nem é do clube ? Quem se associará ao Corinthians em Itaquera ? Vai ser uma debandada geral de sócios.”, complementou.

“O Corinthians montou diversos esquadrões, em 54, 82, 98, 99, 2000… e nunca teve a entrada de dinheiro de agora. O que acontece com o dinheiro ? E as contas do Andres para pagar o estádio ? Não seria fácil ? Os associados, que levaram o clube nas costas quando o futebol não dava nada, merecem respeito.”, disse um associado dos anos 50.

Fato é que se os planos da diretoria do Corinthians, ainda discutidos em salas fechadas, forem levados a cabo como alternativa para quitar uma pendência bilionária, não será nada fácil convencer os frequentadores do Parque São Jorge a aceitarem a solução.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.