Advertisements

Coluna do Fiori

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

“Se queres conhecer o passado, examina o presente que é o resultado, se queres conhecer o futuro, examina o presente que é a causa”.

Confúcio

—————————————————————————-

Semifinal do Paulistão 2014 Série A

Domingo – 30/03

Santos 3 x 2 Penapolense

Árbitro: Marcelo Rogério

Árbitro Assistente 01: Rogério Pablos Zanardo

Árbitro Assistente 02: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa

Item Técnico

Marcelo Rogério acertou no momento em que sinalizou a penalidade máxima cometida por David Braz, zagueiro santista;

– como também, na totalidade dos lances que exigiram sua intervenção

Item Disciplinar

Nos momentos correto, foram advertidos três santistas e dois do Penapolense

Conclusão

Nos pequenos, ao mesmo tempo, grandes detalhes, os contendores se apercebem do estado psicológico e técnico do árbitro;

– por este motivo, a confiança e respeito dos atletas no trabalho do árbitro Marcelo Rogério,

– teve inicio quando determinou a posição correta para cobrança do arremesso lateral ocorrido próximo ao centro do campo, na linha de trabalho do assistente 01

Ressaltando

Os assistentes Rogério Pablo Zanardo e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa apresentaram trabalho aceitável

Minha dúvida

Desde o inicio de sua caminhada na arbitragem do futebol, Marcelo Rogério teve atuações admissíveis; uma das poucas oscilações foi protagonizada no dia 15/03 na contenda Palmeiras x Ponte Preta, na qual, apresentou desempenho sofrível nos itens técnico/disciplinar. Por este motivo indago: Será que aconteceu algo de estranho no dia desta refrega?

Palmeiras 0 x 1 Ituano

Árbitro: Antonio Rogério do Prado

Assistente 01: Fausto Augusto Viana Moretti

Assistente 02: Luiz Alexandre Nilsen

Item Técnico

Deixou de sinalizar e inverteu algumas infrações

Item Disciplinar

Não teve critério, principalmente quando da agressiva falta cometida por Alemão, defensor do Ituano, no palmeirense Alan Kardec, tirando-o da contenda; no mínimo, o defensor do Ituano merecia receber cartão amarelo, por omissão do árbitro as determinações das leis do jogo; passou em branco

Copa do Brasil

Quarta Feira 02/04

Mixto (MT) 0 x 0 Santos

Árbitro: Eduardo Aquino Valadão (GO)

Sem Problemas

Política

Pressão do Governo Federal

José Nêumanne Pinto acusa diretor da emissora de ter ligação com o PT

1

Na carta, o jornalista também fez referências ao ex-chefe de redação do canal de Silvio Santos, Ricardo Melo, que perdeu o emprego quatro dias antes dele, após defender uma funcionária que estava com problemas de saúde.

Parte da carta de Nêumanne:

“Na sexta-feira passada, dia 7 de fevereiro, após gravar os comentários para os três jornais do SBT, fui comunicado pelo diretor de jornalismo, Marcelo Parada, que o “comitê de programação do SBT” havia decidido extinguir comentários na emissora.

Parada mantinha e não tem porque deixar de manter, uma relação cordial comigo, mas sempre superficial e esporádica.

Ricardo Melo nunca demonstrou atenção especial pelo “Jornal do SBT”, que era ancorado por Carlos Nascimento, nem pelo “Jornal do SBT Manhã”, comandado por Hermano Henning. Concentrava-se no “SBT Brasil”, apresentado por Rachel Sheherazade e Joseval Peixoto.

Depois da crise provocada pelo jornal policial tirado da grade por falta de audiência, nunca mais os comentários que eu gravava para o SBT Brasil foram ao ar, apesar de religiosamente gravados, inclusive na sexta 07, quando fui sumariamente demitido sem nenhum aviso prévio, nem tentativa de evitar que meu trabalho prejudicasse a dinâmica do noticiário, como vi alegado nas notas publicadas pela imprensa.

Espero que a informação tenha sido mal interpretada por quem a deu. Não acredito que a cúpula do jornalismo do SBT fosse deselegante como foi comigo com colegas como Carlos Nascimento e Hermano Henning. Melo não faz mais parte dela porque seu estilo franco e desabusado o levou a se exceder numa discussão com um funcionário do RH e isso provocou sua demissão na segunda-feira, 03 de fevereiro.

Também não acredito que suas notórias ligações societárias com Rui Falcão possam ter interferido na decisão de demitir quem ele sempre chamou de “amigo”. Fica, de qualquer maneira, a conseqüência a lamentar mais institucional do que pessoal: o ano eleitoral começa com a demissão de um crítico contumaz de Dilma Rousseff, favoritíssima à reeleição, mas ainda assim temerosa de que ela não ocorra.

2

3

4

Organograma da administração do Brasil

5

Conclusão:

Para sustentar esta corja trabalhamos 04 meses ano

Verdades

8

Se todos tiverem cara de Ladrão, Mentirosos, Cara de Pau, e de Picaretas; É reunião do PT

9

10

Finalizando

“Voto nulo não é campanha eleitoral, é manifestação popular contra a corrupção e a politicagem onde temos poder Nas Urnas”

Sr nulo

——————————————————————————-

Chega de Corruptos e Corruptores

Se liga São Paulo

Acorda Brasil

sp-05/04/2014

*Não serão liberados comentários na Coluna do Fiori devido a ataques gratuitos e pessoais de gente que se sente incomodada com as verdades colocadas pelo colunista, e sequer possuem coragem de se identificar, embora saibamos bem a quais grupos representam.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: