Advertisements
Anúncios

MPF denuncia “Fábrica de Gatos” no Ceará que vendeu jogadores para o Corinthians, Atlético/PR, Bahia, etc

gato luz

O Ministério Público Federal denunciou, na última quinta-feira (9), à Justiça de Juazeiro do Norte, um esquema de adulteração de documentos da empresa Associação e Empreendimento Esportivo CT Cariri, tratado como “Fábrica de Gatos”, que tinha como clientes Corinthians, Atlético/PR, Bahia, Fortaleza e equipes menores da Europa.

Treinador e dono do “empreendimento”, Moisés da Silva era o responsável por cooptar as vítimas, negociar com os pais, e participar ativamente das falsificações, quase sempre realizadas na cidade de Lavras de Mangabeira.

Depois de consumada a “sacanagem”, os atletas eram enviados ao empresário Kléber Lavôr, então dirigente do Guarani de Juazeiro, que contava os clubes citados e fechava os negócios.

O MPF não divulgou os nomes dos jogadores, que são menores de idade, mas pretende, após escutar as testemunhas, indiciar os clubes que, segundo o órgão, sabiam das manipulações, livrando, se houver, um ou outro que possa ter entrado de gaiato na história.

Por enquanto, nove pessoas foram indiciadas:

  • Wandemberg Silva Felix, o “Vandinho”, então jogador do Fortaleza Esporte Clube;
  • Luiz Kleber Maia Lavor, então dirigente do Guarani de Juazeiro do Norte/CE, ex-dirigente do Icasa;
  • Antônio Adalberto Rodrigues Brandão;
  • Cícera Maria Garcia Montenegro;
  • Cícero Nacélio dos Santos;
  • Maria das Dores Silva Félix;
  • Maria Sileude Vale Brandão;
  • Moisés da Silva;
  • Osiel Alves Dantas Montenegro.

A sequencia das investigações devem identificar outros colaboradores do esquema.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: