Advertisements

Ex-vice da Lusa detona Osvaldo Sestário, o advogado que recebeu dinheiro da CBF e prejudicou a Portuguesa

sestario

“É safado, pilantra”.

“Me afastei como vice, estou há um ano fora, mas estou dentro do clube. O que me falaram é que o advogado do Rio só disse sobre o Gilberto, sobre o Héverton ele não falou nada. Ele não ligou. Para mim, esse advogado, que defende a Portuguesa há nove anos, falaram, não sei se é verdade, que foi para a Suíça. Ele está com um dinheiro bom numa conta particular. Se ele quiser me processar, que processe. Quem está falando é o Luiz Iaúca. Ele está com um bom dinheiro na Suíça”.

“Não fui muito com a cara dele. Queria que eu falasse uma coisa (em julgamento no STJD), mas eu falei a verdade”

LUIZ IAÚCA, ex-vice de Futebol da Portuguesa, além de colaborador financeiro do clube, em entrevista ao TERRA, indignado com o advogado Osvaldo Sestário, que recebe dinheiro da CBF e prejudicou a Lusa após o julgamento de Heverton.

Advertisements

Facebook Comments

48 Responses to “Ex-vice da Lusa detona Osvaldo Sestário, o advogado que recebeu dinheiro da CBF e prejudicou a Portuguesa”

  1. DIEGO Says:

    e ai? morreu gente em Manaus no estádio lá … vai rolar comoção aqui que nem na arena CORINTHIANS?
    kkkkkkkk
    até a dó de pessoas é por base de interesse …
    LAMENTÁVEL!!
    kk…

  2. Roberval Says:

    LEIAM COM ATENÇÃO!

    QUALQUER SEMELHANÇA COM A REALIDADE NÃO É MERA COINCIDÊNCIA:

    PEÇA: O CRIME DA NOITE DE SÁBADO

    TRÊS ATOS

    =======================

    ATO NÚMERO 1

    Lá pelas 20 h da noite de Sábado, após o término dos jogos da rodada do campeonato brasileiro,

    Flamengo 1 x Cruzeiro 1 – Maracanã

    Náutico 1 x Corintians 0 – Recife

    alguém toca o telefone da Gávea, onde solitariamente ainda se encontra o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello:

    Voz

    – Alô presidente, temos um problema, escalaram o André Santos na lateral esquerda!

    Presidente

    – E daí qual o problema?

    Voz

    – E daí que vamos perder quatro pontos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD)! Vamos terminar o campeonato com apenas 45 pontos!

    Presidente

    – Deixa disto o André Santos foi expulso na final do jogo da Copa do Brasil!

    Voz

    – Presidente, entenda, ele tem que cumprir suspensão no jogo seguinte. Presta a atenção, o André Santos foi expulso contra o Atlético-PR na segunda partida da final da Copa do Brasil, dia 27 de novembro. O julgamento foi ontem Sexta-Feira e ele pegou um jogo de gancho e simplesmente não podia enfrentar o Cruzeiro no jogo de hoje Sábado.

    Presidente:
    – Mas o André já ficou fora do jogo contra o Vitória no campeonato brasileiro que foi o jogo seguinte da final contra o Atlético. Portanto já cumpriu esta suspensão!

    Voz
    – Presidente, estamos em uma enrascada, ninguém notou que este jogo não contou como suspensão!

    Presidente:
    – Explica melhor!

    Voz
    – Por ser partida de outra competição – copa do Brasil, ela não é tida como caso de suspensão automática. Somente após o julgamento de ontem Sexta-Feira é que fica caracterizada a necessidade de se cumprir a punição. Este é o regulamento, ninguém prestou a atenção. Estamos fudidos, ele jogou e estava suspenso no jogo do Cruzeiro e jogou!

    Presidente:

    – Porra você veio para fuder meu Sábado a noite…

    Voz

    – Presidente, calma, vamos tomar um chope lá no Clipper e pensar numa saída. Vou te mostrar como está a tabela do campeonato antes dos jogos finais de amanhã

    ==========================

    ATO NÚMERO 2

    Os dois se encontram no Clipper no Leblon. O bar tá cheio muita interrupção, alegria gerada pela grande chance de Vasco e Fluminense caírem juntos para a Segundona e o Flamengo estar na Libertadores.

    Voz

    – Presidente, fala baixo, e vê esta tabela já corrigida, o Flamengo está com 49-4=45 pontos. Lembre-se amanhã tem jogos!

    Tabela

    Bahia 48
    Portuguesa 47
    Internacional 47
    Criciúma 46
    Flamengo 45
    Coritiba 45
    Vasco 44
    Fluminense 43
    Ponte Preta 36
    Náutico 17

    Presidente

    – Tranquilo ainda assim não caímos!

    Voz

    – Olha só o Coxa vai nos passar pois joga com o São Paulo que vai entregar. Se o Fluminense ganhar do Bahia ficamos nós e o Vasco na segundona. Sabe o que é isto? Um arrepio corre a espinha de Bandeira de Melo.

    – Aliás basta o Coxa empatar e o Fluminense ganhar. Estamos fritos. Ainda tem que o Vasco pode aprontar contra o Atlético!

    Presidente

    – O Petráglia garantiu que o Vasco não ganha. A Globo vai encher a Fonte Nova pro Bahia. Deixa disto é muita coisa que tem que acontecer…Entretanto a aflição tomou conta de Bandeira de Melo.

    Voz

    – Presidente, entenda, estamos na mão dos outros…Tem muita grana por trás. Liga lá para a Globo e vê o que eles acham…

    Presidente bandeira de Melo liga para a Globo e explica. Dali uns minutos ouve.

    Globo

    – Vocês são dementes ou o quê? Tem muita investimento muito direito de imagem sendo investido no Flamengo e agora você me diz que estão na beira da segundona? Bandeira de Melo, arranja um plano B para evitar isto.

    Presidente

    – Que plano B não vejo nenhum.

    Globo

    – Pergunta para esta voz ao seu lado ele já conversou conosco e vai saber.

    Voz

    – Presidente, conversei com eles para resolver pro senhor. Acontece que o site da CBF mostra os resultados dos julgamentos de ontem Sexta. Aqui mesmo do meu iphone no bar eu te mostro. Basta entrar em http://www.cbf.com.br/STJD e consultar.

    Dali alguns minutos.

    Voz

    -Presta atenção, presidente. Olha aqui, tem um meia da Lusa chamado Héverton que foi suspenso por dois jogos. Devido a sua expulsão contra o Bahia (na 36ª rodada, em 24 de novembro), ele se encarregou de cumprir a suspensão automática no jogo seguinte. Na mesma competição ISTO pode, o que não pode é ser expulso na copa do Brasil como o andre Santos e cumprir suspensão automatica em outro campeonato. Então amanhã ele não pode jogar contra o Grêmio. Se ele jogar a Portuguesa perde 4 pontos como nós. Aí a Lusa empaca nos 43 pontos. Veja como fica a tabela.

    Bahia 48
    Internacional 47
    Criciúma 46
    Flamengo 45
    Coritiba 45
    Vasco 44
    Fluminense 43
    Portuguesa 43
    Ponte Preta 36
    Náutico 17

    ===============================================

    ATO NÚMERO 3

    Ilídio Lico ainda não é o presidente de fato da Portuguesa. Vai tomar posse oficialmente em janeiro de 2014, mas já trabalha como tal, porque o atual presidente da Lusa, Manuel da Lupa, está trabalhando a meia bomba desde que praticamente livrou a Lusa de rebaixamento no Campeonato Brasileiro com a vitória diante da Ponte Preta em Campinas.

    No sábado a noite o presidente Lico está em casa pensando com os seus botões.

    Presidente Lico

    – Este Manuel ainda me deixou uma greve dos jogadores para resolver. Arranjar dinheiro para o pagamento de salários não é fácil.

    De repente toca o telefone.

    Voz

    – Presidente Lico como vai? Aqui é da rede Globo, precisamos conversar!

    ====================================

    TORCEDORES E SÓCIOS DA PORTUGUESA!!! INVESTIGUEM SEUS PRÓPRIOS DIRIGENTES!!! FAÇAM O POSSÍVEL PARA QUEBRAR SIGILO TELEFÔNICO, BANCÁRIO E O ESCAMBAIU!!! PODEM TER CERTEZA, VAI RESPINGAR LÁ NO CLUBE DE REGATAS DO FLAMENGO!!!

    A MAIOR EVIDÊNCIA DA SUBMISSÃO DOS DIRIGENTES DA PORTUGUESA AO FLAMENGO ESTÁ NA ESCOLHA DO ADVOGADO DE DEFESA!!! FAZ PARTE DO ACORDO!!! POIS AO FLAMENGO INTERESSA QUE A LUSA PERCA SEUS PONTOS PARA SE SALVAR DA CAGADA QUE FEZ.

  3. dododabahia Says:

    Este é mais um dos parceiros do Roberto dinamite, dinamitado e seus coleguinhas do Muv e a tia véia!

  4. NÃO É PARA ESQUECER...A GLOBO E A BAND TRATARAM OS BANDIDOS DE ORURO COMO SE FOSSEM HERÓIS.E O POVINHO CONTINUA CORDEIRINHO. Says:

    SE CONFIRMAR A DENUNCIA…….MAIS UM CANALHA E FDP QUE VIVE BEM PQ O POVO É IMBECIL E ANALFABETO. TANTO NO FUTEBOL COMO NA POLÍTICA ..OS CANALHAS VIVEM EXPLORANDO O POVINHO, CORDEIRINHO E BABAQUINHA. PARABENS A ESSE ADVOGADO TEM QUE ROUBAR DOS TROUXAS MESMO.

  5. zé josé Says:

    a cara de 171 desse porta-de-cadeia já entrega o dito cujo. sem comentários.

  6. MOSQUETEIRO Says:

  7. Betox Says:

    Esses dirigentes roubam a Lusinha desde a década de 70. Começou com o episódio das grades superfaturadas do Canindé que custaram 10 vezes mais na época. E sai um safado e entra outro.

  8. Porks Says:

    Tudo que se comente aqui e acolá, não irá mudar muita coisa a respeito.
    O fato (REAL) é que esse advogado de merda, aliado e torcedor do Florminense, capacho da CBF, que a mando da Unimed (que investe milhões nessa merda de clube), ARMARAM tudo…e “pegaram” esse tal Heverton como “isca” pra arrumar a tão sonhada brecha no STJD (que sempre foi um Máfia, que sempre perseguiu alguns times e protegeu outros). Caso não fosse esse Heverton, seria outro da Lusa, ou inventariam algo, pois, o intuito sempre foi esse: LIVRAR O CLUBE PARCEIRO DA MÁFIA – FLORMINENSE 9BAMBIS CARIOCAS).
    Caso os clubes da série-A não faça um BOICOTE contra essa máfia, e recusarem a jogar contra esse time de merda do Florminense, as coisas NUNCA mudarão…pois, isso vem de longe. E já passou da hora de mudar essa sede da CBF e STJD do RJ, MANDAREM EMBORA ESSE PILANTRA DO PAULO BAMBI SCHMIDT E ESSA FAMÍLIA SVEITER. A solução (que alguns clubes não aceitariam, é claro), seria mudar pra outro estado e colocar promotores, e o presidente da CBF ser alguém não ligados a clubes de futebol. Aliás…a presidente Dilma poderia exigir isso, pois, essa CBF está infestada de filhotinhos da ditadura…e por isso que é merda, que agem como sempre agiram os militares…ou seja: pros amigos tudo, pros inimigos, a lei. E assim…eles mandam e desmandam, à revelia…aos parceiros, juntamente com esse canal câncer, tbm parceiros dos conservadores militares…e essa Globo manda e desmanda tbm…essa gente está acabando com o futebol brasileiro, se é que já não acabou!

  9. RARARA Says:

    Porks tu és um zumbi a serviço dos comunistas bolivarianos que venderam a soberania do brasil ao foro de sao paulo.
    Pra você uma uma frase;ordem e progresso não combina com foice e martelo no vermelho manchado de sangue.

  10. MACHÃO DA GAMA Says:

    ESSE TIME DA GAYVEA É A COISA MAIS NOJENTA E SUJA DO BRASIL JUNTAMENTE COM A REDE ESGOTO DE TELEVISÃO. SÓ VOCES PAULISTAS Q PODEM ENFRENTAR ESSES PILANTRAS E BOTAR O FLAMERDA NA SEGUNDA DIVISÃO Q É O SEU LUGAR. AQUI NO RIO A IMPRENSA É TODA DELES, O ULTIMO Q OS ENFRENTOU FOI EURICO MIRANDA Q HOJE ESTÁ DESLIGADO DA POLITICA DO VASCO.

  11. JUREMA Says:

    Absolvição de Lusa ou Fla pode abrir série de precedentes no Brasileirão

    Caso as teses de Flamengo e Portuguesa sejam aceitas pelos auditores do STJD nos julgamentos de Héverton e André Santos pelas escalações irregulares na última rodada do Campeonato Brasileiro, um precedente pode ser aberto e provocar uma série de dúvidas no futebol brasileiro.

    Uma das principais argumentações de defesa de Fla e Lusa é de que o atleta julgado na sexta-feira no tribunal não estaria suspenso para o jogo do fim de semana, uma vez que a punição seria efetivada no primeiro dia útil subsequente.

    Na prática, se o tribunal aceitar esta argumentação, estaria indicando que todos os jogadores que foram punidos numa sexta-feira nos últimos 60 dias, prazo em que os processos não estariam prescritos, e não atuaram no fim de semana, estavam na verdade liberados para jogar naquela ocasião e suspensos na rodada seguinte, premissa que pode provocar uma chuva de processos no tribunal e prejudicar a segurança jurídica da competição.

    Em outras palavras, todos os clubes que achavam ter cumprido a regra estariam na verdade irregulares.

    O outro argumento que cabe apenas ao Rubro-Negro afirma que André Santos cumpriu a suspensão da Copa do Brasil no jogo contra o Vitória, válido pelo Brasileiro, de acordo com a RDI 05/04. Entretanto, além de não se sustentar, uma vez que a Resolução Diretiva 05/04 transfere poder à CBF para definir como a pena será cumprida e não cabe ao Fla definir por livre vontade como pagá-la, pode criar um precedente para rebaixar Corinthians e tirar pontos do Botafogo, que agiram de forma diferente em casos semelhantes no qual estiveram presentes como protagonistas o atacante Emerson Sheik e o zagueiro Dória.

  12. RARARA Says:

    P.O.R.K.S

    P=proletariado
    O=otario
    R=revolução
    K= K.G.B.
    S=soviética

  13. JUREMA Says:

    Corinthians também poderia ser rebaixado

    Caso as duas argumentações do Flamengo sejam consideradas pelo STJD e o tribunal opte por absolver o Fla, o Corinthians pode ser rebaixado.

    Isto ocorre porque no dia 18 de outubro, uma sexta-feira, o atacante Emerson Sheik foi julgado e pegou um jogo de suspensão.

    No sábado, o atleta não atuou contra o Criciúma em razão da pena. Naturalmente, se a suspensão só passa a valer a partir do dia útil subsequente, como defendem Fla e Portuguesa, Emerson estava apto para o duelo contra o Tigre e não poderia atuar contra o Santos, partida em que esteve presente.

    Outra coincidência que colocaria o Timão em situação complicada é que entre os jogos citados do Campeonato Brasileiro, Emerson também foi expulso contra o Grêmio, pela Copa do Brasil.

    De acordo com o segundo argumento de defesa do Fla, isto é, a punição na Copa do Brasil é automaticamente transferida para o jogo seguinte do Campeonato Brasileiro, Sheik também deveria ter cumprido suspensão diante do Santos no Brasileirão.

    Em síntese, se o Tribunal aceitar os argumentos do Fla, o precedente estará aberto para o Corinthians ser denunciado, perder quatro pontos, ser ultrapassado pela Lusa e acabar rebaixado com 46, mesma pontuação do Fluminense, mas com uma vitória a menos. Vale lembrar que o advogado que defenderá a Portuguesa no julgamento de amanhã, João Zanforlin, advoga para o próprio Corinthians.

  14. JUREMA Says:

    Botafogo fora da Libertadores

    Na mesma lógica do Corinthians ser rebaixado no Brasileiro, o Botafogo também pode ficar fora da Libertadores se o Flamengo for absolvido. O zagueiro Dória também foi expulso em jogo do torneio nacional, contra o Flamengo, e atuou normalmente na partida seguinte pelo Campeonato Brasileiro contra o Atlético-MG.

    Como o Alvinegro venceu o jogo citado do Brasileirão, poderia perder seis pontos e terminar a competição com 55, ocupando a nona posição. A vaga do time de General Severiano passaria a pertencer ao Vitória, quinto colocado na competição nacional, com 59 pontos. Embora os casos de Botafogo e Corinthians sejam os que mais chamem a atenção, existem diversas outras situações que ainda não foram prescritas, que poderiam ser analisadas.

  15. JUREMA Says:

    Flamengo já agiu diferente

    No dia 23 de abril de 2005, o Flamengo jogou contra o Ceará pela Copa do Brasil. Na ocasião, Jonatas e Fabiano foram expulsos. Três dias depois o Fla estreou no Campeonato Brasileiro contra o Cruzeiro com Jonatas e Fabiano em campo. A suspensão automática da Copa do Brasil não foi considerada para o Campeonato Brasileiro, situação que contraria o argumento defendido atualmente. O advogado do Fla naquele ano também era Michel Assef.

  16. JUREMA Says:

    O caso D’Alessandro

    Para ilustrar a RDI 05/04, cabe ressaltar um exemplo de 2009 quando o atleta do Internacional, Andrés D’Alessandro foi expulso na Copa do Brasil, não cumpriu suspensão automática na mesma competição porque ela havia terminado e atuou normalmente no jogo seguinte pelo Campeonato Brasileiro de maneira regular. Em momento posterior, o STJD, órgão responsável por definir como seria cumprida a suspensão, julgou a infração e determinou que D’Alessandro cumprisse cinco jogos de suspensão no Campeonato Brasileiro. O atleta cumpriu a pena.

  17. JUREMA Says:

    Polêmica Tartá e Duque de Caxias

    Em 2010, o STJD absolveu Leandro Chaves do Duque de Caxias por entender que o clube não teve dolo ao escalá-lo em situação irregular.

    O caso é bastante diferente dos atuais porque envolve a transferência de cartões que este mesmo jogador acumulou no clube anterior antes de ser transferido em meio à competição para o Duque de Caxias.

    Na época havia uma omissão do regulamento que não deixava esclarecida a questão da transferência de cartões para gerar suspensão automática.

    Quando o jogador em questão chegou ao Duque de Caxias e tomou o primeiro amarelo, na verdade era o segundo. No momento em que tomou o segundo ele já estava suspenso porque na prática era o terceiro, mas o clube não tinha conhecimento. Leandro levou o terceiro amarelo e não jogou porque aí sim o Duque de Caxias imaginava que ele estaria suspenso e a situação repetiu-se em efeito cascata até o fim do campeonato.

    O Duque de Caxias foi denunciado por supostamente estar errado, mas no julgamento foi verificada uma falha no regulamento que posteriormente acabou corrigida e desde então não há margem para dúvidas sobre o tema.

    Em todos os casos similares os clubes foram considerados culpados pelo STJD já que foi corrigida uma falha na lei.

    Na ocasião, a situação do Caxias provocou uma dúvida na opinião pública já que Tartá do Fluminense levou dois amarelos quando jogava pelo Atlético Paranaense e quando voltou ao Flu acumulou os cartões.

    Assim que Tartá levou o primeiro amarelo no Flu, o terceiro na competição nacional, o Tricolor considerou, de maneira acertada, o jogador suspenso.

    Depois disso, Tartá levou mais dois amarelos e pela absolvição do Caxias, muitos se confundiram e acreditaram que o jogador tricolor jogou suspenso pelo Fluminense e o clube deveria perder os pontos e o título brasileiro.

    A absolvição do Caxias por uma falha na lei não mudou a lei, apenas significou que o Duque de Caxias foi absolvido de um erro cometido. Desta forma, Tartá jogou pelo Fluminense de forma regular.

  18. Gustavo Says:

    O CBJD no seu art. 47 (que trata das comunicações dos atos processuais, inclusive das decisões condenatórias) dispõe: “A citação e a INTIMAÇÃO far-se-ão por edital instalado em local de fácil acesso localizado na sede do órgão judicante e NO SÍTIO ELETRÔNICO da respectiva entidade de administração do desporto.
    § 1º Além da PUBLICAÇÃO do edital, a citação e a intimação deverão ser realizada por TELEGRAMA, FAC-SÍMILE ou OFÍCIO, dirigido à entidade a que o destinatário estiver vinculado.
    § 2º Poderão ser utilizados OUTROS MEIOS ELETRÔNICOS para efeito do previsto no § 1º, desde que possível a comprovação de entrega.”.
    Simples, a decisão condenatória foi proferida em 06.12.2013, sexta-feira, mas a publicação do edital no site da CBF só foi realizada na segunda-feira, dia 09.12.13, portanto, depois do jogo contra o Cruzeiro. Assim, o atleta André Santos estava em situação perfeitamente regular.
    Deve-se notar, ainda, que a situação do André Santos é idêntica a do jogador Kleber do Grêmio (pesquisei no site do STJD e da CBF). O jogador do grêmio foi expulso no último jogo da semi-final da Copa do Brasil contra o Atlético – PR, foi julgado no dia 28.11.2013 e pegou um jogo de suspensão. No dia 01.12.2013 ele entrou em campo e jogou pelo Grêmio contra o Goiás pelo campeonato brasileiro na vitória do time gaúcho por um a zero – cumprir a suspensão. sem. Onde está a CBF que não notificou o STJD, e o próprio procurador que não denunciou o Grêmio??… na verdade, o que aconteceu é que nunca um jogador nessas condições foi considerado sem condições de jogo.

  19. Alex Says:

    É óbvio que a Portuguesa errou feio e tem que ser punida, ponto. Também acho uma pena, pois tinha tudo para escapar do rebaixamento. Mas futebol não é apenas dentro do Campo. Clubes são punidos com perda de mando de campo por ações fora do campo. As leis, que normatizam o futebol são extracampo e necessárias para nortear o campeonato, do contrário, vira baderna.

  20. Alex Says:

    No caso do Cruzeiro o regulamento foi cumprido:

    “Art. 214. Incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente. (Redação dada pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

    PENA: perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais). (NR). ”

    Acontece que este artigo dá margem pra interpretação. O Cruzeiro foi condenado por este mesmo artigo a pagar multa. Não perdeu pontos. Justo, visto que foi um problema no sistema da Federação Mineira de Futebol.

  21. Rayson Says:

    É comum os torcedores abrirem as suas bocas e reclamarem sem sequer se darem o trabalho de lerem e entenderem o significado das Leis.

    Aqui no Brasil se tem a impressão que não saber das Leis é como tapar os ouvidos para fingir que não está escutando. Agora os réus acusam quando na verdade são os acusados.

  22. Daniel Cordeiro Says:

    Leiam o art 43

  23. Gustavo Says:

    Não basta planejar (alias o único planejamento feito pelo clube nesse ano que se encerra) e levar a efeito a maior vilania da história do futebol brasileiro, agora é preciso criar versões para confundir a opinião pública … é o que se pode constar no post feito pelo senhor Roberval …

    Em relação ao “dramaturgo” Roberval, propriamente dito, desconfio que o mesmo esteja em verdadeiro estado de transe mediúnico, e assim tenha psicografado mais uma peça (agora póstuma) do tricolor Nélson Rodrigues … uma daquelas obras típicas do autor inspiradas na vida cotidiana da torcida do clube da Laranjeiras … tipo: “Vestido de noiva” e “O beijo no asfalto … essas relacionadas ao público masculino tricolor … e “Bonitinha mas, ordinária ou Otto Lara Rezende”, essa já dizendo respeito com o público feminino tricolor … e “Álbum de Família”, essa não preciso dizer em se baseia …

    Como brada a heroica torcida do fluminense – com toda razão – depois das vitórias épicas conseguidas pelos guerreiros tricolores nos campos de futebol … “O Celso Barros vai te comprar … “.

  24. Gustavo Says:

    Não basta planejar (alias o único planejamento feito pelo clube nesse ano que se encerra) e levar a efeito a maior vilania da história do futebol brasileiro, agora é preciso criar versões para confundir a opinião pública … é o que se pode constatar no post feito pelo senhor Roberval …

    Em relação ao “dramaturgo” Roberval, propriamente dito, desconfio que o mesmo esteja em verdadeiro estado de transe mediúnico, e assim tenha psicografado mais uma peça (agora póstuma) do tricolor Nélson Rodrigues … uma daquelas obras típicas do autor inspiradas na vida cotidiana da torcida do clube da Laranjeiras … tipo: “Vestido de noiva” e “O beijo no asfalto … essas relacionadas ao público masculino tricolor … e “Bonitinha mas, ordinária ou Otto Lara Rezende”, essa já dizendo respeito com o público feminino tricolor … e “Álbum de Família”, essa não preciso dizer em que se baseia …

    Como brada a heroica torcida do fluminense – com toda razão – depois das vitórias épicas conseguidas pelos guerreiros tricolores nos campos de futebol … “O Celso Barros vai te comprar … “.

  25. Gustavo Says:

    Continuo intrigado … porque será que o técnico do Bahia e o diretor executivo do clube foram sumaria e inesperadamente demitidos no dia seguinte à derrota de virada do Bahia para o fluminense na Fonte Nova, na última rodada do campeonato brasileiro, depois de conseguirem heroicamente livrar o clube do rebaixamento naquela vitória sobre o Cruzeiro campeão brasileiro em Minas Gerais … se alguém souber os motivos a opinião pública que que precisa estar bem informada agradecerá …

  26. Rayson Says:

    Globo não vai transmitir estreia do Galo no Mundial de Clubes

  27. EU - ABSOLUTIS VERITAS Says:

    Olha só como os caras são bem informados:

    http://globoesporte.globo.com/futebol/mundial-de-clubes/noticia/2013/12/dante-diz-que-r10-animou-bayern-nao-sabiam-que-ele-jogava-no-galo.html

    Não saber quem joga no time do Galo, é coisa de desinformado nada além disso. Torcedores do Cruzeiro vão falar diferente, mas é apenas isso mesmo desinformação ou criação de um desdém proposital.

  28. Rayson Says:

    O artigo 43 do CBJD é usado para prazos processuais e não para aplicações de pena. Já o artigo 133 diz que sentenças condenatórias têm efeito no dia seguinte à sessão.

    É comum os torcedores abrirem as suas bocas e reclamarem sem sequer se darem o trabalho de lerem e entenderem o significado das Leis.

    Aqui no Brasil se tem a impressão que não saber das Leis é como tapar os ouvidos para fingir que não está escutando. Agora os réus acusam quando na verdade são os acusados.

  29. Rayson Says:

    Direito é uma ciência que não pode ter decisões baseadas apenas no bom senso

  30. Rayson Says:

    Por acaso a Portuguesa não ganhou um ponto no jogo em que Heverson atuou? Como assim, “ela não obteve proveito esportivo”?

  31. Rayson Says:

    O artigo 43 do CBJD é usado para prazos processuais e não para aplicações de pena. Já o artigo 133 diz que sentenças condenatórias têm efeito no dia seguinte à sessão.

    É comum os torcedores abrirem as suas bocas e reclamarem sem sequer se darem o trabalho de lerem e entenderem o significado das Leis.

    Aqui no Brasil se tem a impressão que não saber das Leis é como tapar os ouvidos para fingir que não está escutando. Agora os réus acusam quando na verdade são os acusados.

  32. Porks Says:

    Tá vendo como a gente acha os pilantras…as biibas enrustidas.
    Adivinhem se não foi UM BAMBI que achou meu comentário ( a favor da Lusa, é claro), e que respingou nos Bambis de SP, que através dos seus simpatizantes (e protegidos), reclamaram por aqui.
    Claro que os Bambis FC (SPFW) reclamaram, e estão apoiando os Bambis cariocas, pois, eles fazem parte dos esquemas, que sempre se deram bem. Viva o Madonnão, viva o Zé Bambi das Medalhas Marin, viva o Paulo Bambi Schmidt. Viva esses BICHAS CHUPAULINOS. que se não fosse essa máfia toda, NUNCA GANHARIAM (COMO NUNCA GANHARAM) TÍTULOS. Bando de viados!!!

  33. Lucas Says:

    Parece inacreditável, mas até o Corinthians poderá ser rebaixado para a Série B na reta final do Brasileirão-tapetão 2013.

    A queda pode ocorrer se o STJD confirmar o argumento da Portuguesa de que a decisão do julgamento do atleta Héverton só contaria a partir da segunda-feira, 9, primeiro dia útil depois do julgamento.

    E como o Corinthians entra nessa história? Simples: no jogo do clube contra a Portuguesa, em 29 de setembro, Emerson Sheik foi flagrado por câmeras dando uma cotovelada em Ferdinando, da Lusa. O jogador não foi expulso – portanto não cumpriu suspensão na partida seguinte -, mas acabou denunciado no STJD dias depois.

    No dia 18 de outubro, uma sexta feira, Sheik foi condenado no STJD com um jogo de suspensão. O jogador não entrou em campo no dia 19, na partida contra o Criciúma. Já na rodada seguinte, contra o Santos, Sheik participou normalmente do jogo, que terminou em empate.

    Ora, se a tese da Lusa prevalecer, o Corinthians deveria perder quatro pontos porque Sheik não poderia ter disputado a partida contra o Santos. Ou seja, não jogar contra o Criciúma não teria efeito de cumprimento da pena. Assim, com 46 pontos e menos vitórias que Fluminense e Criciúma, o Timão estaria rebaixado para a série B.

  34. Lucas Says:

    Opinião, vontade e justiça

    Se está no regulamento que a Portuguesa errou, e que a punição é a perda de pontos, que assim seja.

    A “justiça” não é o cumprimento da lei? Então que a lei seja cumprida.

    Façamos um paralelo:

    Eu acho que José Dirceu não está envolvido no mensalão.
    Eu desejo que José Dirceu não esteja envolvido no mensalão.
    STF: José Dirceu está envolvido no mensalão e pagará dentro da lei por isso.

  35. ANÍBAL DOS SANTOS FILHO Says:

    A Portuguesa não podia escalar, mas foi amadora e escalou…
    se o regulamento prevê perda de pontos, que seja cumprido…
    se fosse o contrário a Lusa faria o mesmo…

  36. Sérgio Says:

    Raison, vc não é advogado, não é promotor, fala que o art 43, só é usado em prazos processuais, vc é o que ?
    VC então discorda de Ives Gandra Martins, e outros que se baseiam nesse artigo, vc deve ser um gênio ainda na descoberto, tenho uma empresa e pago bem a consultores abalizados, qdo vc se formar no colegio e entrar no Largo S.Francisco, pago suas mensalidades

  37. ANÍBAL DOS SANTOS FILHO Says:

    Seja pela opção da Justiça ou Direto, a que for escolhida será a correta. Até aceito dizer que a escalação do jogador irregular não influenciou no resultado, o que tb não seria certo afirmar já que ele participou do jogo seja da forma que foi, atacando, defendendo, só não fez gol, mas regulamento é regulamento e deve ser respeitado uma vez aceito.

  38. Rayson Says:

    Caro Sérgio, agradeço pela vaga de emprego(“tenho uma empresa”) e, principalmente, pela generosidade de pagar as mensalidades(“Largo S.Francisco”). São pessoas assim que nos motivam a estudar e trabalhar.

    Espero que sua generosidade não seja um deboche(tenho certeza que não), pois é muito triste quando um ser humano acredita no outro(é o meu caso) e depois descobre que tudo não passou de uma gratuita – não mensalidade – mas sim agressão.

    Não te conheço, entretanto tenho convicção de que as suas duas propostas(emprego e faculdade) são sinceras.

    Ainda bem que eu expus a minha opinião, porque ela encontrou eco numa pessoa de bom coração(Sérgio). Rayson

  39. Sérgio Says:

    Então Raison, vc ddiscorda do Yves gandra, no art 43 , e no art 133, , que o Paulo schimit se baseia, vc concorda com a opinião dele ou do promotor Capez, ?
    Mostre sua capacidade de discutir Direito
    Uma perguntinha sem ofender, vc como o Dr Paulo torcem pro time do rio de janeiro?
    Largo S. Francisco, não esqueça , hheim, pago as mensalidades

  40. Gabriel Says:

    O que existe por trás de toda essa defesa, por parte de segmentos da imprensa, da Portuguesa? Só se fala em Portuguesa. E o Flamengo? Ambos descumpriram a lei.

    Futebol se ganha em campo e fora dele também. É inaceitável um clube participar da série A, elite, e cometer um erro primário, grosseiro. De onde se conclui que futebol também se ganha fora de campo.

    A Portuguesa não soube fazê-lo. Mudar a regra do jogo, alegar que o clube não agiu de má fé, neste caso é até bem provável, mas o que importa? Lei é lei e deve ser cumprida.

    Ainda este ano vimos maus políticos envolvidos no escândalo do mensalão sendo presos, protestos em vários pontos do Brasil, enfim, mudança tímidas mas tudo isso já é um começo.

    Mas, lamentavelmente, ainda existem segmentos que não aceitam essas mudanças. Deixar de punir a Portuguesa e o Flamengo vai contra essas mudanças e muitos não querem que elas aconteçam.

    Deixar de punir ambos os clubes será o fim do STJD e o início da abertura de um precedente grave, pois, doravante, qualquer clube que for punido alegará que não o fez com má fé.

  41. Andral Says:

    Caso a Portuguesa não seja condenada, isso abrirá precedentes absurdos para que qualquer coisa que vá contra a Lei possa ser argumentada com “não havia intenção de burlar a lei” ou ainda “foi sem querer”.
    No cotidiano não é assim, porque no esporte seria?

  42. ANÍBAL DOS SANTOS FILHO Says:

    um bêbado que nunca dirigiu, não tem intenção de matar, mas se pegar um carro e sair dirigindo a chance de acontecer é grande, então vamos deixar ele dirigindo porque a vida toda não cometeu deslize nenhum! é pra isso que as leis ou normas servem para punir os infratores, ou não!!!

  43. ANÍBAL DOS SANTOS FILHO Says:

    SITUAÇÃO DA LUSA É INDEFENSÁVEL

    Não há quem goste de futebol, independentemente do clube que torça, que não queira que os campeonatos sejam definidos em campo. Todavia, os regulamentos existem para ser cumpridos e as penas, para serem aplicadas, quando for constatada alguma irregularidade.

    Pois bem, a escalação do jogador Héverton, pela Portuguesa, na partida contra o Grêmio, trata-se de um equívoco inaceitável e indesculpável. Isto porque, o atleta havia sido expulso contra o Bahia, o que lhe custou uma suspensão de dois jogos, lhe foi aplicada pela 4ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

    Nesta linha, estaria o meia também excluído da última partida da Lusa no Campeonato, vez que já havia o jogador se ausentado da partida imediatamente posterior à sua expulsão, disputada perante a Ponte Preta.

    A única alternativa jurídica para a escalação do atleta perante o Grêmio seria a obtenção de um efeito suspensivo, o qual protelaria o cumprimento final da pena, para um data posterior ao julgamento do recurso interposto contra a sua condenação, o que não ocorreu.

    Seria a única hipótese! Processualmente, não existiria alternativa para que o atleta fosse relacionado para a partida, que não fosse através da obtenção de efeito suspensivo à sua condenação.

  44. JUREMA Says:

    Artigo 43

    Artigo 133

    Diversos amigos tem feito comentários acerca do teor do art.43 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, o qual contempla que prazos processuais não se iniciam, nem se findam em sábados, domingos e feriados.

    Acerca da questão, cumpre esclarecer que não estamos falando do prazo processual de recurso, mas sim do prazo a partir do qual a decisão começou a produzir efeitos jurídicos válidos, o que ocorreu no sábado, primeiro dia posterior ao julgamento, como bem estabelece o Art. 133 do CBJD. Assim a partir de sábado, primeiro dia posterior à condenação, esta já deve ser respeitada, pois já está em vigor.

    Caso quisesse suspender os efeitos da decisão, deveria a Lusa ter pleiteado perante o Presidente do STJD um efeito suspensivo que, como o próprio nome sugere, suspenderia os efeitos da decisão, até julgamento do mérito do recurso.

  45. Alexx Says:

    A decisão condenatória tem seus efeitos jurídicos produzidos no dia seguinte ao de sua prolatação. Assim, no sábado, o jogador já estava impossibilitado de atuar.
    A regra de contagem de prazos, no que se refere a dia de início e término( que não pode coincidir com sábado, domingo e feriado) é processual, não se refere ao início dos efeitos da decisão.
    A decisão já estava produzindo efeitos jurídicos desde sábado. Só o efeito suspensivo, concedido por despacho do presidente do STJD, poderia suspender os efeitos da decisão e habilitar o atleta à partida.

  46. Alexx Says:

    Os prazos citados nos Arts. 42 e 43. são prazos para citação ou intimação, enquanto as decisões em procedimentos disciplinares produzem efeitos imediatamente, independentemente de publicação ou da presença das partes. Parte-se do pressuposto que as partes tem a faculdade de comparecer a sessão de julgamento para realizar a sua defesa. Não fazendo, não poderão os clubes se escusar da própria torpeza de não terem comparecido para assim fazer valer uma hipotética data de publicação.

  47. Monica Says:

    Imagina se fosse o contrário e hoje se julgasse o Fluminense em vez da Portuguesa, e que se o Fluminense escalasse um jogador irregular e pudesse perder os pontos ele caisse no lugar da Portuguesa…Qual não seria o clamor público para se aplicar a lei e que se essa não fosse aplicada diriam que é favorecimento ao Fluminense?

  48. Gustavo Says:

    Existe uma figura que já está há quase duas décadas na CBF (e ninguém pronuncia o seu nome) … esse personagem é o diretor jurídico da entidade, chama-se Carlos Eugênio Lopes, ex-diretor do Fluminense, e que nesse momento em que aconteceu o julgamento no STJD, estrategicamente, saiu do Brasil e foi para o Marrocos com a dupla dinâmica Marim e Del Nero … seria bom que a Portuguesa procurasse saber o papel que o jurídico da CBF desempenhou nessa ópera bufa …

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: