Advertisements
Anúncios

Ponte Preta disputará o título da Copa Sul-Americana. Flamengo conquista a Copa do Brasil

Sem muitas dificuldades, a Ponte Preta empatou com o São Paulo, em um a um, (poderia perder até por dois gols), conquistando a vaga para a finalíssima da Copa Sul-Americana.

Um feito notável, ainda mais levando-se em consideração os adversários vencidos durante a campanha e, principalmente, as próprias limitações técnicas da equipe.

Vale destacar o comportamento exemplar de seu torcedor, que empurrou o time no Morumbi e depois invadiu Mogi Mirim, trazendo o clima de Moises Lucarelli para o estádio.

O Tricolor, horroroso, não merecia resultado melhor.

A primeira etapa foi disputada do jeito que a Ponte queria, lenta, com um São Paulo pouco criativo e sucumbindo à marcação adversária.

Nada acontecia quando, aos 23 minutos, sentindo mal estar Denilson saiu para dar lugar a Wellington no Tricolor.

O São Paulo não conseguia atacar, e a Macaca, tranquila, empurrava o jogo com a barriga.

Até que, aos 42 minutos, em contra-ataque pela esquerda, a bola foi cruzada, sobrou para Leonardo que bateu, Rodrigo Caio afastou, mas, no rebote, o próprio avante campineiro abriu o marcador.

A vantagem, que já era grande com a vitória na primeira partida por três a um, ficou ainda maior, facilitando a vida da Macaca.

Ao Tricolor restava marcar três gols para levar a decisão às penalidades, ou milagrosos quatro, revertendo no tempo normal.

Porém, motivada, a Ponte dominou amplamente as ações após o intervalo, ditando o ritmo do jogo.

Apático, o São Paulo fazia seu torcedor sofrer, apresentando um futebol absolutamente melancólico.

No desespero, aos 16 minutos, Muricy colocou Luis Fabiano e Welliton nas vagas de Paulo Miranda e Ademilson.

Aos 28 minutos, com o jogo nas mãos, Jorginho tirou Elias e colocou Adailton.

Dois minutos depois Maicon salva gol certo de Rildo, após grande jogada de Baraka.

Adailton, de cabeça, fez a bola raspar a trave esquerda de Rogério Ceni.

Só a Macaca jogava.

O Tricolor era pura decepção.

Somente aos 35 minutos, Wellington acertou o primeiro chute decente do São Paulo no jogo, muito bem defendido pelo goleiro campineiro.

Três minutos depois, a defesa da Macaca bobeou e Luis Fabiano marcou o inútil gol de empate Tricolor.

No final, a Ponte Preta, com um dos mais modestos times de sua história, heroicamente disputará o título da Copa Sul-Americana, nesta que pode se tornar a primeira conquista de sua centenária vida esportiva.

No Maracanã, empurrado por mais de 70 mil torcedores, o Flamengo venceu o Atltético/PR, por dois a zero, conquistando a Copa do Brasil.

Algo impensável quando o treinador era Mano Menezes, que largou o clube às portas do rebaixamento.

Gols de Elias, aos 41, e Hernane, o artilheiro, aos 49, todos no segundo tempo.

Mérito para Jayme de Almeida, que soube tirar o máximo de um grupo de jogadores apenas mediano, e que precisa ser reforçado para que o Mengão possa realizar campanha digna de sua história, na Libertadores 2014.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: