Advertisements
Anúncios

A TEISA e os conselheiros do Santos

circo laor

Criada com o intuito de investir, apenas e tão somente, em contratação de jogadores para o Santos – com o discurso quase benemérito – a TEISA demonstrou que a prática é bem diferente da conversa inicial.

Hoje, não apenas detém direitos sobre atletas importantes do clube, como também coloca dinheiro para reforçar adversários.

Estranha-se, porém, o silêncio de conselheiros do clube, teoricamente enganados pelo acordo.

Não mais, porém, depois do que descobrimos, semana passada.

As cotas da TEISA custam, em média, R$ 300 mil.

Viáveis, aparentemente, apenas aos que possuem ótima condição financeira.

Mas, na surdina, grupos de conselheiros se juntaram e investiram, de maneira fracionada, tornando-se cotistas da TEISA, e, por consequencia, donos de atletas do Santos.

E também dos adversários.

Uns com R$ 5 mil, outros com R$ 15 mil, e por ai, vai, até que se formasse o montante necessário, os R$ 300 mil.

Uma relação de promiscuidade e que impede, agora, que medidas favoráveis ao clube possam ser tomadas, sem que os próprios conselheiros saiam chamuscados do episódio.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: