Advertisements

Diretor de jornalismo da ESPN Brasil responde sobre declarações ofensivas de jornalistas ao Grêmio

palomino

Por JOÃO PALOMINO (via Twitter)

Caros, especialmente torcedores do Grêmio.

Sobre as opiniões dos comentaristas Arnaldo Ribeiro e Flávio Gomes no Twitter.

As opiniões não refletem em nada o pensamento dos Canais ESPN.

Existe orientação interna para o bom uso das redes sociais.

A conduta da ESPN sempre foi do maior respeito com os torcedores, sejam gremistas, colorados, etc.

Por isso, medidas internas já foram adotadas para comprovar nosso compromisso com o futebol, com a paixão e com o que isso representa.

Até a pé nos iremos na defesa deste compromisso.

Abraços e obrigado pela compreensão.

*ATUALIZAÇÃO (retificando): apenas o jornalista Flavio Gomes foi demitido pela ESPN Brasil. 

Advertisements

Facebook Comments

94 Responses to “Diretor de jornalismo da ESPN Brasil responde sobre declarações ofensivas de jornalistas ao Grêmio”

  1. Rafael Benevides Says:

    Flávio Gomes sempre teve esse tipo de postura grosseira e arrogante, principalmente em redes sociais. Não surpreende. O surpreendente foi a postura do Arnaldo Ribeiro, que sempre se demonstrou sensato e equilibrado em suas opiniões.

  2. Fábio Says:

    João Palomino é ótimo apresentador e excelente profissional, muito melhor inclusive que o chefe dele, J.Trajano. Parabéns pela postura, a ESPN não pode cair nos mesmos erros da SPORTV, que virou uma sucursal da Globosta e gamBAND…!!!

  3. ANDREIS SANCHEIS Says:

    Quais seriam essas medidas internas? Deixaram os jornalistas de castigo ajoelhado no milho?

  4. Dalmir Meneguzzo Says:

    Caro Diretor Palomino,
    Sou fã dos canais ESPN.
    E como gremista, e gaúcho me senti desrespeitado profundamente como torcedor e cidadão.
    Até escrevi um texto hoje, sobre a profissão de jornalista fazendo uma comparação com profissionais da velha guarda x jovem guarda, que reproduzo abaixo.
    Quanto aos dois jornalistas citados, só existe uma punição cabível para tais, a eliminação dos mesmos do quadro da ESPN.
    Caso contrário a imagem da empresa ficará, se já não está comprometida. Mas isto cabe a ESPN e sua direção decidir.
    Eu, particularmente continuo fã desta empresa, e assim continuarei, pois entendi que a opinião de tais jornalistas não representou a linha de atuação da ESPN e sim uma opinião “escrota” de tais pseudo-profissionais.
    Segue texto:
    Abraço, bem quebra costela, d eum gaúcho.

    Imprensa esportiva no Brasil, hoje.

    Trata-se de uma profissão atualmente composta por alguns profissionais da velha guarda, que ainda resistem de forma digna e imparcial na emissão de suas análises, mas que vem sendo engolidos por uma geração “internet” de jornalistas da jovem guarda. Assim como a informação hoje viaja a velocidade da luz, alguns profissionais desta nova geração ao entrar no mercado de trabalho, e, com a ambição desenfreada de obter notoriedade e fama, e com isso dividendos, as vezes esquecem da ética, a moral e o profissionalismo como guias de seu norte.
    Muitos jovens desta geração “internet”, que como qualquer cidadão cresce sendo torcedor de time “A” ou “B”, ao formar-se e entrar neste disputado e restrito mercado de trabalho, deixam se levar pelo fanatismo de torcedor ao emitir uma opinião, seja na mídia escrita ou falada, quando deveriam ser “IMPARCIAIS”.
    Muitas vezes, por trás de tais opiniões estão, interesses comerciais.
    Esquecem-se tais profissionais que são formadores de opiniões ? Ou realmente estão a atender item de contrato de seu contratante “oculto” ?
    Este contratante pode ser um patrocinador, mas também um clube de futebol, ou até mesmo os dois juntos.
    E para aquele leitor, ou telespectador, que os lê ou os ouve, e que não acompanha atentamente e consegue observar e perceber a real intenção por detrás da noticia, a mesma acaba se tornando verdade.
    Mas, para o leitor ou telespectador mais observador e atento, é perceptível a intenção de tais pseudo-profissionais. Em alguns casos chega a causar orticária, náuseas e revolta algumas análises publicadas.
    Cabe ao público alvo, no caso nós, leitores e telespectadores separar o joio do trigo deste mercado, lendo e assistindo órgãos e profissionais da área, que realmente sejam isentos e imparciais.
    Cabe aos clubes de futebol e seus profissionais, cobrar destes órgãos, que seus profissionais formadores de opinião, mais responsabilidades, profissionalismo, ética e compromisso com a verdade.
    Que sejam mais profissionais e menos comerciais.
    Que órgãos de imprensa valorizem mais o profissional que checa a fonte da noticia, antes de publicá-la.
    Que jornalistas da velha guarda, não baixem a guarda, e mantenham a linha da moral e da ética em suas análises.
    Que jornalistas da nova geração, não esqueçam de seu compromisso com a verdade, e que acreditem em suas fontes, mas chequem a veracidade da noticia antes de sua publicação. E que tenham a noção da repercussão de seus atos, perante a seus leitores ou telespectadores. Que lembrem-se que o bom profissional desta área, precisa mostrar a verdade, com imparcialidade, doa a quem doer.

  5. Igor Fernandes Says:

    Não podia esperar outra coisa da ESPN,emissora que faz o melhor jornalismo esportivo do país.Eu até não me surpreendi com o Flávio Gomes,mas o Arnaldo Ribeiro?Me decepcionou bastante.Óbvio,é um jornalista exemplar,tem crédito,mas podia ter se portado de maneira mais profissional.Parabéns a ESPN pela postura!!

  6. Rafael Macedo Says:

    joao palomino no momento eh o chefe do trajano

  7. Warley Spardel Says:

    Isso ae, mesmo que não faça nada, pelo menos esse medidas internas já é um xixi publico.

  8. Marcos Says:

    Essa bicha loca(Flavio Gomes) ai outro dia fez um comentário sobre o São Paulo ao vivo; queria que o São explodisse….não tem 3 meses isso…Se o cara tem suas preferencias sexuais nós não podemos opinar…então que não de sua opinião pessoal sobre os clubes…

  9. Giovane Correa Says:

    Atitude preconceituosa e desrespeitosa destes “profissionais’ da ESPN.

    Tá certo o caro Dalmir ai acima.
    Eliminação destes do quadro da ESPN é o mínimo neste caso.

    Aliás, bela análise Dalmir. És jornalista ou profissional da área ?

  10. Marcos Says:

    Daqui a pouco o único canal isento será confundido com Band.

  11. Dalmir Meneguzzo Says:

    ???????????? porque foi moderado meu comentário ??? em resposta e agradecimento ao Diretor da ESPN ?

  12. BRP Says:

    Parabéns João Palomino pela postura profissional

  13. Mineiro Says:

    Pelo menos se posicionaram. Parabéns.

  14. Fernando Almeida Says:

    E quais foram as medidas tomadas?
    Haverá uma retratação por parte dos envolvidos?

  15. Gledson Says:

    Fábio, se informe melhor, João Palomino hoje é chefe do Trajano.

    Trajano (por motivo de saúde e depois pois “aposentadoria”) saiu da diretoria e deu lugar ao Palomino.

  16. MARCIO WILK Says:

    Vamos ver, então…. acho que essas duas criaturas devem ser demitidas e passar a integrar o elenco da Band, ao lado de seus pares, MIlton Neves, Neto, Edmundo, Dr, Osmar et caterva!

  17. Rafael Says:

    Jornalismo opinativo confundido com paixão futebolística. Este é a tendência pra esta área ficar cada vez pior.

  18. Rafael Says:

    ah verdade é que foi roubado mesmo e a ESPN esta querendo fazer media com a gauchada, roubaram a lusa !!!!

  19. Emilio Says:

    ô Fábio, o Palomino assumiu a função do Trajano, por isso não apresenta mais…..

  20. Mineiro Says:

    A UOL acaba de postar queo Flávio Gomes foi demitido!

  21. Jose Says:

    ESPN frouxa, o jogo foi roubado, eles não disseram nada demais, um mandou monitorar ligações do Fábio Koff, O MESMO QUE LIVROU O GRÊMIO DE UM REBAIXAMENTO DE FORMA ESCROTA, o outro jornalista é torcedor da Portuguesa, tava como torcedor

  22. Paul Stan Smith Vasconcellos Says:

    Paulinho, o Arnaldo Ribeiro foi perdoado, e não demitido, já o Flávio Gomes, parece que sim, mas nenhuma demissão foi confirmada! Abs

  23. Marcão Says:

    Se todas as emissoras tomassem a mesma atitude da ESPN , que diga-se de passagem tem o melhor canal de esporte entre todos ,teríamos uma limpeza na escória de cometáristas e apresentadores no futebol , que o diga Neto , Dr. Osmar , e cia.

  24. TRADUTOR Says:

    O Arnaldo Ribeiro não foi demitido e sim afastado das

    participações televisivas. Lembrando que ele é Gerente

    de Programação da ESPN!

    Já o Flávio Gomes, foi sumariamente demitido para o

    bem estar da ESPN e de nós ouvintes. Provavelmente

    arrume emprego em parquinho de diversão.

  25. Thiago Melo Says:

    Só digo que o mundo de hoje é maluco! Um dia antes o cara está vendo o jogo e, num acesso de raiva, posta algo impublicável. No outro, está desempregado por isso… Será que a demissão foi só por isso ou teria sido a gota d’água ? Porque, se tiverem sido exemplares profissionais até então e, num único escorregão, terem sido demitidos, é para refletirmos um pouco as repercurssões na sociedade… sei lá…

  26. Gledson Says:

    Tipo assim, entendo a atitude do Palomino, mas não concordo.

    Estão com medo de que? Retaliação? Eles escreveram em nome da ESPN as besteiras que escreveram?

    Fizeram besteira, são obrigados sim a se desculparem, um gelo neles era merecido, mas está claro que, o Fábio Koff pediu a cabeça dos dois e, carneirinhamente, deram.

    É muito estranho e patético por parte da emissora.

    Flávio Gomes estava ultimamente extrapolando nos seus comentários sobre times rivais da Portuguesa e tem temperamento explosivo. Mas quem não tem naquela emissora? O Trajano hoje um apresentador que brigou no ar com companheiro de trabalho, o Amigão que levantou da mesa deixando os telespectadores na mão? O João Canalha íntegro vira e mexe solta frases contra times rivais do Santos que todo mundo tem de correr pra justificar suas atitudes?

    Por fim algumas atitudes da emissora até hoje inexplicáveis. A demissão de toda equipe carioca hoje coordenada pelo bom Tirone? Foram demitidos e aí? A relação com o Estadão? O fim da revista ESPN sem substituir o veículo, deixando vários profissionais a míngua? A ESPN reclama demais das atitudes de outros meios como o fechamento do Jornal do Brasil, mas toma atitudes obscuras.

    E hoje vamos assistir ao Linha de Passe, e lá estarão Juca Kfouri, Trajano etc, falando e colocando dedo na cara dos outros. Precisam começar a olhar pras próprias besteiras que fazem.

  27. Guilherme Corrêa Says:

    O Sr, Flavio Gomes. Pequeno na altura e no jeito como se coloca perante opiniões contrárias as suas. Tem o rei na barriga. Sabia muito sobre F1. Mas realmente nada tem a acrescentar fota deste âmbito no que se refere ao jornalismo esportivo. Já foi tarde…

  28. Murilo Says:

    Paulimho os caras foram demitidos, kd a liberdade de expressão tão decantada por vc e td imprensa?

  29. rogerio Says:

    Paulinho , em alguns sites só falam da demissão do Flavio Gomes , em relação ao Arnaldo Ribeiro não falam nada .

  30. Alex Franco Says:

    Arnaldo Ribeiro é são paulino, ta explicado o comentario tresloucada da moça…

  31. Marcelo SP Says:

    Flavio Gomes ja foi demitido.

  32. Bruno Says:

    Paulinho, pelo que eu vi no yahoo o Arnaldo Ribeiro publicou no Twitter um pedido de desculpas a torcida do Grêmio. Pelas informações ele só foi repreendido. Acharia a demissão dele exagerada. Já o Flávio Gomes passou do ponto.

    Um abraço!

  33. augusto lima Says:

    Quando da briga das torcidas em Brasília, a galera da ESPN, aderiu a globo/sportv, bandeirantes, e ai, vi que são todos iguais. Mas para minha surpresa, tivemos outros da mídia, que indagaram o porque a secretaria de segurança de Brasília, só puniu as torcidas de São Paulo…a torcida do Vasco, não fez nada, só se defendeu, se bateu, foi porque foi provocada, e estava em seu lugar determinado, e ela sim, recebeu ameaças. E ai quando é da turma de São Paulo, tudo bem para esses caras dai. Tem que mandar mais um monte embora. Ainda tem muita gente lá na ESPN, que não vale nada. E na globo, deveriam era exterminar aquilo ali. e a Bandeirantes, deveria se chamar Corinthians. Ao menos, vamos ficar livres desses dois, tomara que trabalhem em outra profissão, e nos deixem em paz. A portuguesa, foi prejudicada no lance do penalty, mas antes, houve duas situações que prejudicaram o Grêmio. E se fosse assim, já pensou com a dupla de queridinhos da globo??? que ganham 80% dos seus títulos roubados.

  34. Roberto C. de Oliveira Says:

    Finalmente uma atitude profissional.
    Voltarei assistir ESPN.
    Parabéns Palomino,foi bom p/ o esporte demitir estes dois……

  35. Daniel Says:

    Acho que foi só Flávio Gomes foi demitido . O Arnaldo deve ter pedido desculpas e continuar como o Diretor de Programação da ESPN (ele que implantou o HD nos três canais). Agora, eu confesso que o twitter do Flavio Gomes sempre foi assim: “chutação” de balde para todo lado (eu sempre achei ele um maluco, mas não tiro o direito dele de ser um quando ele tiver vontade). Não sei se o fato da ESPN ter mais eventos relacionados com a Globo como Copa do Mundo e a Do Brasil levou a esse tipo de decisão do Palomino. Se bem que tem duas feras do jornalismo investigativo (o Lúcio de Castro e a Gabriela Moreira) que fazem altas reportagens contra a cartolagem brasileira, porém baseada em documentação extensa (e não acusação leviana…). Escrevi, escrevi e não sei o mais importante: Qual a sua opinião sobre o episódio, Paulinho ?

  36. Daniel Says:

    Desculpe Paulinho, vi aqui na parte de baixo do site sua opinião sobre o assunto. Uma luz no meio de tanta escuridão. Abraço!

  37. Henrique Castro Says:

    Ué … quer dizer que um empregador pode patrulhar o que seus empregados fazem e falam quando estão no repouso semanal?
    Ora, há que se separar a pessoa do jornalista.
    As manifestações foram dadas em ambiente particular e não na sede do empregador ou durante jornada de trabalho.
    Logo a imprensa (o setor envolvido) que invoca tanto a liberdade de expressão, tolhendo a liberdade de seus subalternos.
    A se lamentar.

  38. Ayala Says:

    As outras emissoras deviam seguir o exemplo e mais gente devia ser demitida, como Neto, Osmar de Oliveira, Ronaldo, Chico Lang e cia LTDA

    Tudo um bando de clubista enrustido,

  39. Sou Curintiano Corrupto e Pilantra Says:

    Se fizesse uma limpa no jornalismo esportivo de Sao Paulo daria para contar nos dedos de uma mao.

  40. Peixoto-Pres.Prudente/SP Says:

    Foram demitidos???, muito bem.
    Ah se aqueles setores da imprensa gaucha também demitissem certos “jornalistas” e blogueiros racistas, reacionários e xenófobos que existem aos montes por lá….

  41. Bizouro KISSUCO Says:

    Fox Sports pro filho do Lobão, Arnaldo Rib…e GamBAND pro Flavio hahaha

  42. kasparaitis Says:

    tinha ficado bem decepcionado com a ESPN por abrigar dois imbecis disfarçados de jornalistas em seus quadros. Mas agora fico mais aliviado ao ver que o canal continua, a trancos e barrancos mas continua um oásis de seriedade no meio esportivo nacional. Demissão por justa causa, era o mínimo que se esperava. Agora, espero que alguém entre com uma ação na justiça contra o cara lá que chamou gaúchos de gays, só pra deixar de ser besta mesmo. dizem que ele é petralha, então merece se fuder gostoso.

  43. Alberto Says:

    Flavio Gomes, escroto como sempre, disse que torcia para a Portuguesa, mas no fundo era corintiano de alma, pois só resolveu torcer para a Portuguesa por causa da família.

  44. Fielzão 2013 Says:

    Pena que isso não aconteça quando o Corinthians é o alvo de críticas. Milton Neves, Mauro Cezar Pereira e muitos outros já deveriam ter sido demitidos há muito tempo.

  45. Aethyr Says:

    Paulinho, pode confirmar, mas acho que o Arnaldo Ribeiro não foi demitido. O mesmo foi afastado, retratou-se com o Fabio Koff e pediu desculpas publicamente pelo Twitter.
    Já o outro, o Flávio Gomes, esse foi demitido mesmo, não se retratou com ninguém até o momento. Não o conhecia (ao contrário do Arnaldo Ribeiro), e vejo que não perdia nada, pois os seus comentários no twitter são de um nível baixíssimo. Devia procurar acompanhamento psiquiátrico.
    Agora, não creio que o Arnaldo Ribeiro deva ser colocado no mesmo barco do Flávio Gomes, pois os comentários realizados foram de níveis completamente diferentes. Houve exclusivamente alusão à manipulação de resultado (e quem nunca?), e não ofensas gratuitas e preconceituosas a uma instituição e a toda sua torcida.

  46. Gil Says:

    Para quem não viu no Twitter, eis as pérolas: http://esportes.terra.com.br/futebol/brasileiro-serie-a/jornalistas-da-espn-provocam-ira-de-gremistas-no-twitter-flavio-gomes-e-demitido,08ad622adf301410VgnVCM3000009acceb0aRCRD.html

  47. Sergio Silva Says:

    Postura absolutamente ridícula. O Flávio Gomes, principalmente, usa a ferramenta como um meio de manifestação pessoal, agindo sempre de forma descontraída, na qual sujeitos da chamada era do politicamente correto têm dificuldades em aceitar esse tom de humor ácido.
    Evidentemente que houve exageros, mas a demissão macula a imagem da emissora que sempre teve como marca registrada a transparência e liberdade de expressão.
    Se o sujeito não pode se expressar como um simples torcedor, coisa que todo e qualquer cidadão mortal faz, o mundo está perdido.

  48. Reinaldo Says:

    Mas que tem de jornalista assim…

  49. Guilherme Corrêa Says:

    Sergio silva,,,a partir do momento em que o sujeito é figura pública e se coloca como se colocou no âmbito esportivo e trabalha em um canal esportivo a coisa fica muito diferente. o FG trabalha em uma emissora de esportes e se coloca de maneira xenófoba e homofóbica em relação a um time de futebol…é diferente meu caro…e não existe nada de politicamente incorreto ou correto..o que ele fez foi incorreto em todos os termos…em tempo…tenho grande simpatia pela Portuguesa e torço para um time do interior

  50. Guilherme Corrêa Says:

    Na Band ele não vai…eliás este cidadão tem o lindo costume de falar mal das empresas em que trabalhou…ainda mais se elas tiverem alguma posição (na cabeça dele) contra o PT.

  51. Guilherme Corrêa Says:

    Em tempo…liberdade de expressão é uma coisa…ninguém proibiu o cara de escrever o que quer..a empresa é uma empresa privada e tem TODO O DIREITO de escolher os jornalistas que agem de acordo com o que julga correto. Se alguém chegar bêbado no trablaho será despedido por justa causa…vai alegar “liberdade de exp´ressão?”

  52. Marcelo Kaja Says:

    ESPN foi covarde, aceitou pressão por parte de dirigentes e torcedores do Grêmio, queria ver se fosse o contrário, ou contra um time pequeno, tipo série C ou D do Campeonato Brasileiro.
    Acho que no máximo ele deveria receber uma advertência, ou multa.
    Afinal de contas ele escreveu em seu microblog, e em nenhum momento citou a ESPN.

  53. Sandro Macedo Says:

    Que geração de coxinhas essa de hoje!
    Querem falar da carreira de um jornalista baseado no que ele escreve no twitter…

    Aposto que ele foi demitido porque não pediu desculpas pro Koff, aí a “ótima” ESPN se cagou toda e mandou o cara embora. Essas grandes empresas são todas uma bosta. Entregam a cabeça de seus funcionários em uma bandeja de prata pra satisfazer um presidente de clube poderoso e por medo de torcida.

  54. Ernesto Says:

    Paulinho,

    aproveitando o tema “profissionalismo” no jornalismo, o que você acha de alguns “jornalistas”, incluindo a Rede Globo, terem feito campanha para Neymar ir jogar na Europa (quem não se lembra de Galvão Bueno e seus aspones em todo o jogo batendo na mesma tecla e pegando no pé do craque ou nos diversos programas da Sportv ou ainda na Band), da noite para o dia terem mudado de opinião, sendo que a toda poderosa Globo, “providenciou” uma reportagem (Esporte Espetacular do dia 08/09) para mostrar (indignação) que os jogadores brasileiros estão indo muito cedo para a Europa? Qual seria o verdadeiro interesse desta emissora?

    Como complemento, sabendo que profissionais ligados ao futebol, como por exemplo Parreira e Zagalo, sempre foram, digamos, muito “íntimos” desta emissora, veja a declaração que Parreira, o atual “aspone” da seleção brasileira, disse nesse programa do dia 08/09, mostrando-se também, de forma implícita, indignado com o fato:

    – É uma realidade dura, crua, difícil, mas que não tem como ser contornada. Se o clube negar qualquer tipo de aproximação, eles vão em cima do pai do jogador. Levam o pai, a família para morar na Espanha, Alemanha, Inglaterra para todos trabalhares. Lá eles dão oportunidade pra que o jogador possa jogar futebol. É complicado.

    Interessante que, este mesmo profissional, há poucos meses atrás, fazendo jogo sabe-se lá para quem, deu, de forma explícita, a seguinte declaração:

    – Neymar precisa sair do Brasil. É bom para sua carreira e sua vida pessoal, que em nosso país está muito tumultuada. Ele tem um futuro muito, muito grande.

    Trata-se de apenas uma incoerência ou algo de podre no país da impunidade?

  55. Tremei os isentos da imprensa gaúcha Says:

    Esse lacaio do Flávio Gomes, vai servir muito para que os isentos da imprensa gaúcha andem no passinho bem miudinho….que o Reche, Wianey Carlet, Irmãos Benfica, Hiltor Mombach fiquem bem espertos, pq o tempo em que eles falavam o que bem entediam e achincalhavam a instituição Grêmio acabou.

  56. Marcelo Pierre de Lima Says:

    Não sabia a dimensão da crise que foi gerada tanto que os comentaristas de ontem no BB2 preferiram não se pronunciar. Pois é, Já vieram as consequências. Sobre Arnaldo Ribeiro pedir desculpas antes de João Palomino se pronunciar, mas, é complicado fazer comentários de coisas internas, no entanto, faço uma pergunta: essa desculpa foi realmente espontânea? A permanência de emprego estaria sendo subtendida a esse pedido de desculpas?

    Um detalhe: ambos mandaram as suas mensagens no Twitter quando NÃO estavam trabalhando. Aí que está, não milito no Direito, mas, começo a desconfiar que esse assunto não morrerá com uma simples bilhete azul. Fico com um certo receio quando comento algo nas redes sociais sobre política e etc. e das consequências como arranjar uma ocupação ou ser mandado embora. O que faço fora do trabalho não interessa embora, na área onde atuo, penso 2 vezes, claro, antes de cuspir algo nas redes sociais. Também pensei que o castelo de areia caiu no tocante a liberdade de opinião, mas, não tem nada a ver também.

    Estive pensando que o Palomino poderia ter se rendido a uma suposta pressão da cartolagem, mas, não acredito nessa possibilidade, não. Sem citar nomes, no rádio do RJ, isso aconteceu no final do ano 2000 quando saiu determinado profissional de uma rádio famosa que tinha problemas de acesso a sede do Vasco e, quando esse profissional saiu, o acesso foi normalizado.

    Lamento pelo ocorrido e a expectativa de a alguma emissora de TV fechada convidar o Flávio Gomes.

  57. Ricardo Says:

    Cada um fala oq quiser… E agüente as consequências.
    LIBERDADE DE EXPRESSÃO!!!!

  58. Guilherme Corrêa Says:

    Tenho certeza que a ESPN não aprovou a conduta do FG no que se refere ao comentário homofóbico. Esse foi o principal problema…não tem nada de errado demitir um funcionário que age fora do padrão da empresa. Não adianta vir com a conversa de que era twiter pessoal….o cara carrega o nome da empresa no momento em que se torna uma pessoa pública dentro de uma emissora….qual a diferença do que ele postou com um comentário a favor do nazismo por ex?! Não tem jeito..uma coisa sou eu escrever bobagem aqui ou no meu twiter..outra bem diferente é um ser público se expressar de forma BRUTAL como ele fez. Na vida existem responsabilidades..com certeza a emissora está amparada por contrato para tomar tal decisão.

  59. luiz Says:

    Ao comentario de Dalmir Meneguzzo Disse:
    setembro 9, 2013 às 2:54 pm

    Senhor o seu texto é uma verdadeira M E R D A

  60. H@milton Says:

    Indecorosa a postura do incompetente palomino, fraco e jogou para a torcida! Quando o mauro cesar falou gatos e lagartos do SCCP em um jogo contra o cruzeiro, esse armandinho da espn não fez nada e não deveria ter feito mesmo, sempre ouvi o Flavio Gomes inclusive para a F1 e o programa sobre carros, um Jornalista inovador, assim a espn perde um heavy user, pois não assistirei mais a nenhum programa, pois são, pautados por torcedores de couro fino, que se doem por qualquer afirmação, fosse assim aqui em Corinthians não existiriam analistas, apenas puxa sacos!
    Aqui fica minha solidariedade ao diferenciado Flavio Gomes de um Corinthiano de couro grosso,como todo Corinthiano que se preze tem, para um abnegado Luso!
    Te vingaremos Flavio, a vez dessas maricas vai chegar!

  61. emerson Says:

    Perai, o cara é demitido não por opinião expressada no seu trabalho e sim no seu twitter pessoal quando estava sendo xingado pela torcida do grêmio. |Agora torcida demite jornalista? Tem de ficar puxando saco? ESPN nunca mais, detesto ditadura.

  62. luiz Says:

    Sr. Guilherme Corrêa, como o sr consegue escrever tão mal e tanta besteira em pouco espaço. Valha-me Deus

  63. Diógenes Says:

    Eu vi o Tesourinha jogar no Inter e, mais tarde, já decadente, ir para o Grêmio, depois de ter jogado no Vasco. Tesourinha quebrou o preconceito racial no clube tricolor, que não aceitava negros no time.

    ZERO HORA | ANO | Nº | PORTO ALEGRE
    http://www.clicrbs.com.br/blog/jsp/default.jsp?source=DYNAMIC,blog.BlogDataServer,getBlog&uf=1&local=1&template=3948.dwt&section=Blogs&post=200780&blog=220&coldir=1&topo=3951.dwt

    Terça-feira, 07 de julho de 2009

    A grande festa do futebol gaúcho

    Tesourinha jogou no Inter e no Grêmio, se tornando o primeiro jogador negro no time gremista

    Foto: Banco de Dados ZH

    Posso dizer que, como espectador do clássico, eu já participei de mais da metade dos Gre-Nais. Eu nem sei quantos são. Mas devo ter 60 anos de Gre-Nal. Me lembro de um clássico da Dupla que assisti e não entendi absolutamente nada. Eu devia ter uns seis ou sete anos.

    Eu vi o Tesourinha jogar no Inter e, mais tarde, já decadente, ir para o Grêmio, depois de ter jogado no Vasco. Tesourinha quebrou o preconceito racial no clube tricolor, que não aceitava negros no time. Tesourinha era um jogador extraordinário. Quando eu o vi jogar, ele já tinha deixado de ser um grande craque, que integrou a Seleção Brasileira da época. Certo dia, fui descobrir por meio de uma tampinha da Pepsi, que colocava curiosidades sobre o futebol, que o Inter admitiu o primeiro jogador negro em 1927, 27 anos antes que o Grêmio.

    De todos os Gre-Nais, até agora, eu só não vi um clássico fora do Estado. Os municípios do RS que já sediaram foram: Santa Cruz, Caxias do Sul, Rio Grande e Erechim. Mas acho surpreendente como ainda não foi realizado um Gre-Nal fora do Estado, como no Paraná e em Santa Catarina, que abriga vários gaúchos.

    Teve um clássico da Dupla que eu fui protagonista central, em 1961, no Estádio dos Eucaliptos. Durante muito tempo, havia uma mania de festejar com papais noéis azuis os Gre-Nais que se realizavam em dezembro. Isso marcou o futebol do Rio Grande do Sul, como não havia outras competição, a não ser o Campeonato Gaúcho que, em geral, acontecia no segundo semestre.

    E o papai noel de 1961 que entrou em campo fui eu. É uma recordação extraordinária. O Grêmio ganhou de 3 a 2, de virada. Em um momento, eu entrei em campo e a Guarda Civil bateu em mim com borrachadas, enquanto os dirigentes do Grêmio me empurravam para dentro do campo. Depois, para comemorar, fui para o Centro. Como o Inter era campeão, minha comemoração foi complicada. Dentro de um bonde, os colorados me lincharam e reduzi a trapos a minha fantasia.

    É um clássico extraordinário. Foram tantos os narradores da Rádio Gaúcha e Guaíba que celebrizaram o Gre-Nal: Pedro Pereira, Armindo Ranzolin, Mendes Ribeiro, Haroldo de Souza e Pedro Ernesto Denardin.

    Segundo uma pesquisa realizada, a expressão Gre-Nal surgiu quando um jornalista do jornal Correio do Povo queria colocar um nome para o clássico. Em uma mesa de bar, ele acabou chegado a essa fórmula. E, como era gremista, ele queria o Grêmio aparecesse na frente.

    Essas recordações são todas muito boas. Um centenário, 100 anos de Gre-Nal. A nossa grande festa do futebol ainda viva.

  64. LUIS BATISTA Says:

    Não podia esperar outra coisa da ESPN, emissora que faz o melhor jornalismo esportivo do país. Eu até não me surpreendi com o Flávio Gomes, mas o Arnaldo Ribeiro ainda tem crédito, mas podia ter se portado de maneira mais profissional. Parabéns a ESPN pela postura!!

  65. kasparaitis Says:

    é cada uma que vou te contar. quer dizer que falar “gaúcho é tudo sem vergonha que vive dando a bunda” é “liberdade de expressão”?? ah vá, façam o favor. vcs não sabem o que o termo significa, são tudo tão ignorantes quanto o “jornalista” em questão. xingar de maneira gratuita e preconceituosa não é expressão de nada além de ignorância, estupidez e falta de bom senso. nego pra defender esse tipo de coisa, no mínimo é da mesma laia. e outra: se o zé da padaria fala aquilo, já seria execrável pelo teor dos termos, quando se trata de uma pessoa pública então… simplesmente é indefensável. o infeliz ainda tem histórico de ficar fazendo essas “brincadeiras” na internet, quer dizer… nem dá pra dar a desculpa de que “me exaltei uma vez… tomei umas a mais e…”. e cá entre nós, mesmo se considerar essas boçalidades como “brincadeiras”, acho que ele já está bem grandinho pra ficar com isso, não? quero ver um marmanjo vir “brincar” assim com a mãe de alguém aqui pra ver gostam. o infeliz tem que receber processo e perder toda a grana que tem, tem que ir pedir esmola na rua pra aprender a ser homem e ter respeito pelos outros. cidadania cadê? profissionalismo cadê? bom senso cadê?

  66. Alberto Says:

    O Flavio Gomes exagerou, mas coitada da Portuguesa foi garfada mesmo, se fosse o Corinthians , o Palmeiras, O São Paulo, o Santos, duvido que a Espn tomaria essa decisão, eles que falam um monte da cbf, fifa, etc…já o Arnaldo falou a verdade, foi suave, não deve ser punido.

  67. Alberto Says:

    Sou Sãopaulino e concordo com 100% com o corintiano H@milton ! Vc esta certo ! Vergonhoso a postura do Palomino, se ele seguir o que ele fez hoje, ele tem que assistir mais a Espn, pois os seus comentaristas falam muitas “coisas” de mais clubes sobre outros clubes durante os programas.

  68. Carlos Valente Says:

    Carlos Valente – Mdalena – RJ

    Difícil a a ESPN levantar a bandeira da moralidade na arbitragem, afinal a CAIXA entre outros patrocinam o futebol e é anunciante da ESPN, então não se pode levantar suspeita sobre o Brasileirão. A perda de patrocinadores afetaria a todos. A credibilidade do evento tem que estar acima de tudo, ou melhor, o DINHEIRO, viva o capitalismo. Dá-lhe GUTEMBERG DE PAULA, dá-lhe DJALMA BELTRAMI. Tudo está debaixo do tapete, imprensa nãp pediu ou fez pressão para apuração dos fatos. VERGONHA !!!!!!!!!!!!!!!

  69. Rafael C Arruda Says:

    se essa fosse a postura de muitos meio de comunicação, caras como Benjamin Back e Mauro César da própria ESPN ja estariam na rua, o primeiro deve ser ignorado por qualquer telespectador, leitor ou ouvinte, ser agredido em rede social e dar block e ou responder é uma coisa mas xingar aqueles q lhe seguem sem o menor motivo é outra, esquecem que se possuem status e estão bem empregados é pq são acompanhados por nós que somos seus “clientes” e devemos ser respeitados qndo respeitamos, portanto, vc q ja foi agredido por algum jornalista verbalmente via twitter não o siga mais e não acompanhe mais seu trabalho ignore-o.

  70. Rafael C Arruda Says:

    se essa fosse a postura de muitos meio de comunicação, caras como Benjamin Back e Mauro César da própria ESPN ja estariam na rua, o primeiro deve ser ignorado por qualquer telespectador, leitor ou ouvinte, ser agredido em rede social e dar block e ou responder é uma coisa mas xingar aqueles q lhe seguem sem o menor motivo é outra, esquecem que se possuem status e estão bem empregados é pq são acompanhados por nós que somos seus “clientes” e devemos ser respeitados qndo respeitamos, portanto, vc q ja foi agredido por algum jornalista verbalmente via twitter não o siga mais e não acompanhe mais seu trabalho ignore-o.

  71. Sou Curintiano Corrupto e Pilantra Says:

    A coisa ta feia, depois que aquele jornalistazinho gamba, andre risivel, pediu a punicao do Valdivia ao STJD, eles pensam que pode tudo.

  72. Carlos Says:

    a melhor maneira de fazer “jornalismo” é puxar o saco do SCCP e coagir o STJD a analisar videos para punir cartões forçados, desde que não seja do SCCP.

  73. marcio sousa Says:

    O episodio mostra que a ESPN é uma emissora como qualquer outra: há muita gente boa trabalhando lá, mas há também gente que nem mereceria (pela postura) trabalhar com jornalismo. O pior é que eles são que nem o PT: um partido igual aos outros, mas que cobra moralidade, ética dos demais; coisa que o próprio PT, em alguns de seus quadros, não possui…

  74. Maurilio Says:

    Adorei. Esse almofadinha merecia uma lição da vida a tempos. FG é um verdadeiro idiota.

  75. Sérgio Says:

    Hipocrisia pura.

  76. Alberto Toldo Says:

    Cambada depoliticamente corretos!!!
    O Flavio Gomes disse aquilo pq o time do coraçao dele foi garfado.Alem do zagueiro da Portuguesa ser agredido, durante o jogo e dentro do campo, pela Policia Militar Gaucha.
    Se o Futebol nao fosse algo passional, ninguem estaria lendo este Blog!!!
    O Flavio Gomes tem sangue nas veias.
    O mesmo sangue dos grandes Navegadores.
    Por isso que existe o Brasil.
    Porque Portugueses da “pá” virada cruzaram o Atlantico, há 500 anos, sem GPS, sem iPhone, na cara e na coragem.
    A Portuguesa foi roubada!!!!

  77. Marcão Says:

    Alex Franga , o assunto é serio e vc só fala merda , vc é tão otário que só faz peso na terra, vaí se fude malandrinho borboleta.

  78. PAULO Says:

    PAUINHO- SE A ESPN TE CONTRATAR, NÃO LARGA O BLOG. ABRAÇO

  79. Jesus Says:

    A ESPN, amarelou!!!!!!!

  80. RMaia Says:

    Muito mimimi por nada. Vivemos a ditadura do politicamente correto, pedreiro tem de ser politicamente correto, professor, tem de ser politicamente correto, daqui a pouco até o assaltante terá de ser politicamente correto. Jornalista para ser politicamente correto tem de dizer somente aquilo que agrada a torcida x, torcida y e patrocinadores, não pode mais ter opinião própria. O cara que disse o que disse e pronto, devemos respeitar sua opinião, embora eu não concorde com ela, mas ele tem o direito de falar isso e pronto. Pelo que li em momento algum ele expôs a empresa que trabalha para ser demitido, daqui a pouco se você reclamar do café frio na sua empresa será motivo de demissão. É a treva…

  81. MOSQUETEIRO II Says:

    Paulinho, voce sabe porque gaucho usa 3 facas na cintura?

  82. André Silva Matos Says:

    Demissão injusta. Ridícula atitude da ESPN. Só eu que sou um idiota pensava que a ESPN Brasil era diferente.

  83. Fabricio Says:

    Se o time roubado fosse o SCCP e nao a Lusa, duvido que houvesse demissao. A pressao pro jornalista seria imensa e muitos que o hoje o acusam diriam que ele nada mais fez do que se manifestar como torcedor. Se nao bastasse a Lusa serv roubada seus poucos torcedores agora sao perseguidos. Fim dos tempos e viva a espanholizacao do futebol.

  84. Rafael Says:

    Paulinho, sabe o que me surpreende? É que tratava-se de um jornalista extremamente competente, que sempre tinha opiniões acertadíssimas sobre automobilismo, e que fazia parte do quadro de jornalistas de primeira linha da ESPN há 8 anos!

    Um cara assim não é demitido de prima. Provavelmente ele já estava pisando na bola há algum tempo.

  85. Edgar Says:

    Quando vão mandar o Mauro Cezar Pereira embora?
    Ele vive falando mal do Corinthians, e não li nada sobre ele

  86. h@milton Says:

    PAREI COM A ESPN!
    O FLÁVIO GOMES SEMPRE FOI UM EXCELENTE PROFISSIONAL!
    CASO IGUAL AO DELE FALANDO DO SCCP NA ESPN TÁ CHEIO E NEM POR ISSO ALGUÉM FOI LÁ PEDIR DEMISSÃO DE NINGUÉM!
    VOU FALAR COM A OPERADORA PARA TIRAR A ESPN DO PACOTE, ATÉ PQ NINGUÉM É INSUBISTITUÍVEL MUITO MENOS UM CANAL DE TV TRAÇO, QUE MANDA UM BOM PROFISSIONAL EMBORA POR UM MOTIVO RIDÍCULO!
    ISSO MOSTRA QUE A ESPN NÃO VALORIZA EM NADA O ASSINANTE!

  87. h@milton Says:

    MANDA MOSQUETEIRO II, PQ?

  88. Guilherme Says:

    Um foi condenado por não pedir desculpas, o outro pediu e se livrou. Simples assim. A injustiça ainda é do mesmo tamanho. Fica o comentarista fraco e sem opinião, sai o torcedor que se indignou no lugar errado. E todos achando que a justiça foi feita. Ok.

  89. roberto pereira Says:

    vc foi radical joão p. o futebol brasileiro ta um vergonha.

  90. roberto pereira Says:

    as vezes a verdade doi….ja ta dificil este apito amigo…todo ano é a mesma coisa em 2010 o penalty no ronaldo….cruzeiro e corinthians lembra….decidiu o campeonato a favor do fluminese…..

  91. ANTONIO M,ARTINS Says:

    Palomino tá censurando até os murais da EspnBrasil. Ridículo.

  92. Alberto Toldo Says:

    Palomino ficou de 4 pro Fabio Koff.

  93. Marcelo Pierre de Lima Says:

    Ontem mesmo, na fã-page do PVC no Facebook, a barra para você colocar os comentários foi retirada. Ou seja, mordaça para os internautas e reforça a desconfiança que a ESPN se tornou mais uma com qualquer emissora de esportes paga e tal.

  94. Arthur Neto Says:

    João Palomino tem que ir para a Globo . Tem tudo a ver com ele. ESPN ta muito caretona.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


%d blogueiros gostam disto: