Advertisements
Anúncios

Dois ídolos que tenho: Rádio Bandeirantes e Mauro Beting… e um erro

band beting

Por JOSE RENATO SATIRO SANTIAGO

Inaugurada em 6 de maio de 1937, a Rádio Bandeirantes de São Paulo é uma das mais tradicionais redes de emissoras de rádio do Brasil.

Fundada por Paulo Machado de Carvalho, que também criou a Rede Record e dirigiu a Rádio Panamericana (a Jovem Pan), foi adquirida por Adhemar de Barros, histórico político brasileiro, que foi prefeito da cidade de São Paulo e governador do estado paulista em duas oportunidades.

Adhemar de Barro chegou a se candidatar a presidência da república em duas oportunidades, sem o sucesso esperado.

O atual presidente da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão, Johnny Saad, é neto de Adhemar.

A história da Rádio Bandeirantes certamente é belíssima.

Uma grande marca.

Lembro, desde sempre, algumas vozes que marcaram esta emissora.

O miado do gato na chamada do programa o Pulo do Gato foi uma delas.

José Paulo de Andrade, Salomão Esper e Joelmir Beting apresentando o Jornal Gente sempre foi meu companheiro de café.

Jamais tive a oportunidade de conhecer estes três mitos.

De José Paulo de Andrade guardo também a lembrança de torcermos pelo mesmo time.

Quanto a Salomão Esper, recentemente tive a emoção de ter ouvido um artigo meu lido por ele.

Sobre Joelmir Beting, a certeza que ele realmente existiu, tamanha foi a emoção que tive ao vê-lo pessoalmente.

Três Mitos!!!

Graças a um saudoso amigo, Bindi, passei a acompanhar a carreira do filho de Joelmir.

Mauro Beting.

Uma pessoa muito querida, divertida e super competente.

Não há como negar que Mauro precisou superar barreiras gigantescas para superar a sombra do pai, Joelmir.

Certamente durante anos e anos, muitos colegas ou não, sempre acharam que sua presença no jornalismo foi facilitada, afinal “é o filho do Joelmir”.

Pois é…

Não tenho a menor duvida que justamente por isso o seu caminho foi bem difícil.

Sempre precisou ser muito mais competente, esforçado e focado que todos.

Grande mérito.

Mesmo porque alguns, em situação similar, poderiam ficar em “berço esplendido” na “confortável e segura sombra” do pai famoso.

Ah, e já vou adiantando, não sou amigo pessoal de Mauro.

Ele sempre foi muito gentil comigo e em algumas oportunidades me convidou para participar de alguns dos seus programas.

Muito pouco para me sentir amigo dele, o que aliás, não é qualquer problema.

Pois bem…

Sua demissão em 1º de agosto pela Rádio Bandeirantes foi recebida com um grande choque.

Afinal o principal comentarista esportivo tinha sido demitido.

Mas inegável também que para muitos, o filho de Joelmir tinha sido demitido.

A justificativa utilizada pela emissora, no entanto, foi justa.

Afinal o empregador sempre tem o direito de demitir quem quer que seja.

E “se as contas não fecham”… mais ainda.

Além disso, muitos outros profissionais competentes, alguns com mais de 30 anos de “casa”, tinham sido demitidos dias e semanas antes.

Fiquei triste, mas certamente, Mauro logo surgiria em outra emissora, afinal, ele realmente é um ótimo jornalista e grande pessoa.

No dia seguinte, no entanto, ao vivo durante um programa, um apresentador, o ex jogador Neto, pediu demissão em troca do retorno de Mauro.

Mauro foi readmitido.

Neto também ficou.

Eis que as coisas ficaram estranhas.

Certamente não foi por conta do pedido de Neto que a demissão de Mauro foi revista.

Pelo menos, o bom senso espera que não.

Mas, foi o que ficou marcado para o publico.

A ação foi equivocada.

Seria razoável, até mesmo, voltar atrás a decisão tomada quanto a demissão.

No entanto, após o discurso de Neto, isto só poderia ser feito, caso o ex-jogador fosse realmente desligado.

Foi por terra a justificativa inicial de “as contas não fecham”.

Um pouco da credibilidade também.

Pois deve haver outras coisas envolvidas.

Vamos supor que diante os fatos ocorridos, novos patrocinadores tenham se sensibilizado e resolvido bancar a manutenção de Mauro.

Ainda assim, o desligamento de Neto deveria acontecer.

Nenhum funcionário pode mostrar, ainda mais, publicamente, ser dono das decisões de uma organização tão grandiosa como a Rede Bandeirantes.

Se Mauro voltou, Neto deveria ser desligado.

Não foi.

Quanto ao retorno de Mauro Beting, muito se falou sobre o fato que ele “não deveria aceitar”.

Discordo.

Conforme foram suas próprias palavras, a Rádio Bandeirantes está dentro dele.

Há, até mesmo, raízes dos tempos de seu pai.

É impossível estar na cabeça de quem está envolvido.

Afinal, a decisão é dele, e acertada ou não, a satisfação cabe a ele e aos seus próximos.

Bobagem tentar julgar.

Deveríamos sim, julgar os jornalistas que, após declararem publicamente apoio a futuros dirigentes de instituições esportivas, aceitam serem contratados ou indicados por estas instituições para trabalhos e projetos remunerados.

Isto sim é imoral.

Deveríamos sim, julgar os jornalistas que aceitam serem contratados por órgãos públicos sem que haja o devido processo licitatório, muito possivelmente por acreditarem que seus nomes servirão de blindagem para eventuais problemas.

Isto sim é imoral.

Por isso que humildemente, afirmo que a única coisa que me chateou nesta situação toda foi o comportamento da Rádio Bandeirantes, diante a ação do apresentador Neto.

Mas vejamos o lado bom, aliás, ótimo, Mauro continua lá.

Obrigado por isso.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

20 comentários sobre “Dois ídolos que tenho: Rádio Bandeirantes e Mauro Beting… e um erro

  1. ”uma organização tão grandiosa como a Rede Bandeirantes”…aí é que tá a ”mutreta” como pode ser grandiosa,tendo os funcionários que tem,logo eles que tbm aparecem na tv…a maioria na band é um lixo!! esportes na band é um fracasso,tão grandiosa e nem peito tem pra escolhe jogo melhor com a globo…é muito ridícula!!

  2. Consta que este papo do Neto foi apenas para aproveitar da situação e tentar melhorar o seu cartaz com o distinto público. A grande verdade é que um companheiro do Mauro Betting (vocês se surpreenderiam se soubessem quem é) abriu mão do seu salário para garantir a permanência do comentarista. O Neto de bobo não tem nada e muito menos rasga dinheiro.

  3. Minha nossa como babam o ovo desse Mauro Beting… Ele, como o falecido pai, eh um cara chato, sem graca com suas piadinhas, sempre em cima do muro, que apenas outros jornalistas apreciam. O Joelmir adorava se exibir dizendo que conhecia premios Nobel de economia, tinha estudado nos States, etc… Mas foi chutado da globo num escandalo que poucos querem lembrar. Mas de certa forma era mais espirituoso que esse palmeirense chato.

    Tem que lembrar voces puxa sacos do Beting que futebol eh distracao, entretenimento. Mil vezes o Neto, engracado, polemico e que fala a lingua do povao que esse pseudo intelectual, que como o Kfouri parece um professor da usp de tao chato.

  4. Melhor rádio AM: Jovem Pan.
    Melhores rádios FM: Kiss e 89, pra ouvir rock; 105, pra transmissão de futebol e pra quem gosta de pagode.

  5. Primeiramente, agradecer ao Zé Renato que, sim, para mim, é amigo. Não colega, mas amigo que admiro. E adoraria ver mais vezes.

    Um cara íntegro, amigo, leal e, depois, todas as qualidades que ele tem como profissional. Um cara que só podia ser amigo do nosso querido Bindi.

    Quanto ao comentário do Catapulta, só queria corrigi-lo a respeito de algo que ele disse em relação ao meu pai:

    1. Joelmir conheceu sim alguns prêmios Nobel. Mas não falava a esse respeito a toda hora. Não era do feitio dele.

    2. Como o meu pai não falava inglês, ele não fez curso nos Estados Unidos. Logo, não ficava dizendo muito a respeito dos “States” – e, aliás, quem é que usa States? My God…

    3. Meu pai estava de saída da Globo quando gravou um comercial que eu não gravaria para um banco. Não foi chutado.

    4. Quanto às demais opiniões, respeito. E até concordo com algumas delas. Mas acredito que a repercussão da minha saída ter virado TT mundial não significa dizer que sou um cara “apreciado” apenas por jornalistas. Ou temos muitos coleguinhas neste mundo ou parece que alguns outros profissionais respeitam meu trabalho.

    5. Em todo caso, valeu por algumas críticas construtivas, Catapulta. Ainda que você atire pedras de longe sem dar a cara para debater. É sempre mais fácil estar bem longe do muro que em cima dele.

  6. Mauro

    O fato de voce ter respondido mudou muito (para melhor) o conceito de sua pessoa. Continuo achando voce um chato como jornalista, mas deve sim ser alguem de carater a julgar por essa atitude e o respeito dos demais colegas. Agora entendo a reacao desmesurada a sua demissao.

    Sobre atirar pedras, a pessoa publica e voce e nao eu. Nao estou nunca em cima do muro, mas nao sou alguem da midia como voce. Se acha ruim um anonimo reclamar de seu trabalho como eu o fiz, que se retire das midias e viva como um reles mortal. Em minha vida pessoal externo continuamente minha opiniao (mais no estilo Neto que M. Beting), e percebo que ninguem contesta nada, talvez pelas minhas dimensoes avantajadas. Voce nao tem opinioes fortes como o Neto ou o Paulinho, fico p com isso. A celebre entrevista do Eurico Miranda no programa do MN anos atras mostrou que sua classe eh composta de bundoes que atiram pedras pelas costas (exatamente como me acusou). O unico macho que repetiu na frente do Eurico as acusacoes usuais foi o Sormani. Os outros (MN, quesada, Morsa etc) ficaram como mocinhas acuadas. Assim ate eu sou jornalista.

    E quanto ao seu falecido pai, escutei sim, no programa da Radio Bandeirantes em que ele participava, os comentarios acima. Ele com os excelentes Salomao e Jose Paulo sempre me parecia se exibir dado seu historico na area economica. Mas tinha tiradas engracadas de quando em quando, nao posso negar.

    Desejo toda sorte do mundo a voce.

  7. Mauro,jah que vc le o blog, quero tornar publico que vc prestou uma grande homenagem ao Bindi, na festa de fim de ano da Aceesp.Acredito que em 2008/2009.
    Mas agora, caso vc possa e queira, com todo o respeito ao teu falecido pai, qual o verdadeiro motivo da saida dele da Globo?

  8. “O fato de vc ter respondido mudou muito o seu conceito”..peloamor kkkkkkkk Catapulta a nova piada do blog.

  9. Paulinho, depois que o Donato ler esse post vai ficar chateado com vc, heim….. segue
    Deveríamos sim, julgar os jornalistas que, após declararem publicamente apoio a futuros dirigentes de instituições esportivas, aceitam serem contratados ou indicados por estas instituições para trabalhos e projetos remunerados.

    Isto sim é imoral.

    Imoral é pouco isso é pilantragem das grandes

  10. FALAR INVERDADES DO GRANDE JOELMIR BETING ,SO PODE TER VINDO DE UM PERFEITO IDIOTA DENOMINADO CATAPULTA , UM DOS MAIORES JORNALISTA QUE A MÍDIA BRASILEIRA JÁ TEVE ,O QUERIDO JOELMIR , DEIXOU SEU FILHO , MAURO SEU LEGÍTIMO SEGUIDOR , EXTREMAMENTE COMPETENTE ,RETO ,SUPER SINCERO E VERDADEIRO NOS SEUS COMENTÁRIOS , QUALIFICAR MAURO BETING COMO CHATO É PROVAR FALTA DE INTELIGENCIA DESTE CIDADÃO ,REPITO , CHAMADO DE ASNO CATAPULTA , FORTE ABRAÇO E SUCESSO , QUERIDO MAURO BETING

  11. Escuta aqui seu CATA-PUTA,quem vc pensa que é para falar mal de pessoas tão honradas. Vc lave a boca para atacar uma pessoa que já faleceu… Vc é um bosta,canalha,bandido,safado,desonesto, viado, travesti,bicha,nojento,lixo e CORINTIANO. Vc faz parte de uma quadrilha

  12. Paulinho eu concordo com tudo que vc falou da Bandeirantes, passei minha infancia ouvindo jogo e vendo os programas esportivos pela tv…. Mas de um tempo para ca deixei de escutar e assistir a Band… Pq uma radio que tem MILTON NEVES E NETO contratados não merecem mais nada. Hoje ela é CAPACHO DA GLOBO

  13. já conseguimos as assinaturas de deputados e senadores para a instalação da CPI da Copa. Até agora 186 deputados e 28 senadores já assinaram e isso é mais que o suficiente.

    Assim, cabe a Renan Calheiros decidir se inicia o processo de abertura da CPI ou não.

    Essa decisão será tomada dia 20 de agosto.

    Cabe a nós pressionarmos o presidente do Congresso para que se tenha início a CPI.

    mais informações:
    https://www.facebook.com/CpiDaCopa

  14. Esse Jose Renato tem mais ídolos, mas pelas suas colunas falta mais versatilidade à críticas. Ele critica, mas qdo é criticado dá chilique…já percebi isso, se quer seguir em frente à carreira jornalística, precisa aceitar criticas, se tira sarro, precisa aceitar “ser tirado”.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: