Advertisements
Anúncios

Corinthians espanta a crise após vencer o Grêmio no Pacaembu

Numa partida difícil, o Corinthians melhorou o rendimento e venceu o Grêmio, no Pacaembu, por dois a zero, voltando a marcar três pontos no Brasileirão.

Gol de Sheik, em posição irregular, e Pato, no final do segundo tempo.

Sem empolgar, o Timão comandou as ações na primeira etapa, buscando mais o ataque, embora com limitada criatividade.

O Grêmio, confuso, limitava-se a marcar e errar passes no ataque.

Para piorar ainda mais a situação dos gaúchos, Zé Roberto, o craque do time, saiu machucado aos 19 minutos, dando lugar a Biteco.

Somente aos 26 minutos, após diversas tentativas, o Corinthians deu seu primeiro chute a gol, com Gerrero, bem defendido por Dida.

Aliás, nessa partida, com uma diferença de 12 anos, estavam em campo os dois goleiros campeões mundiais pelo Corinthians.

São Dida do Parque São Jorge, em 2000, e Cassio, ano passado.

Porém, como o jogo não era de festa, aos 33 minutos, o goleiro gremista defendeu bem uma batida de Guerrero, mas, no rebote, em posição de impedimento, Sheik abriu o marcador.

Justo pelo que se via no gramado, mas injusto pela irregularidade.

O Grêmio adiantou a sua equipe no segundo tempo buscando reverter o marcador, mas foi do Corinthians a primeira boa oportunidade, aos 12 minutos, em batida de Romarinho que passou raspando a trave esquerda adversária.

Um minuto depois, após Cassio caçar a sua borboleta imaginária, como de hábito, Viveros se antecipou e, de cabeça, colocou a bola no travessão.

Guerrero, no contra-ataque, bateu cruzado com enorme perigo, à direita de Dida.

O Grêmio ia com tudo para cima, mas abria enormes espaços em seu setor defensivo, tornando o jogo mais interessante.

Aos 18 minutos, Romarinho deu lugar a Renato Augusto, na esperança do Corinthians segurar mais a bola no meio de campo.

Alex Teles arriscou da intermediária, aos 21 minutos, e Cassio, de maneira esquisita, mandou para escanteio com a canela.

Pato entrou na vaga de Guerrero, aos 25 minutos.

E foi dele, aos 35 minutos, o segundo gol corinthiano, complementando de cabeça, em cima da linha, após a defesa do Grêmio se atrapalhar toda em cobrança de escanteio.

Na sequencia, Douglas entrou no lugar de Sheik.

O Grêmio, que tentava pressionar, pagava o preço da falta de capacidade criativa.

Deu tempo ainda para Dida fazer boa defesa em batida cara a cara de Pato, aos 47 minutos.

No final o placar acabou sendo justo, com a equipe mais bem armada, o Corinthians, embora ainda precise melhorar muito, superando o adversário que, tudo indica, dará muito trabalho ao treinador Renato Gaúcho, no Brasileirão.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: