Advertisements
Anúncios

Atlético/PR enquadra Rede Globo em negociação que serve de exemplo

O atual presidente do Atlético/PR, Mario Celso Petraglia, que nada tem de confiável, merece, enfim, algum elogio.

Foi o primeiro dirigente do Brasil a peitar a Rede Globo desde que Eurico Miranda decidiu que o Vasco da Gama disputaria a final do Campeonato Brasileiro de 2000 com o logo do SBT em sua camisa.

Recusou oferta irrisória da emissora pelos direitos de transmissão dos jogos do clube no Campeonato Paranaense (R$ 60 mil por partida).

Passou então a transmitir por conta própria no site do clube e também numa web-rádio ligada ao Atlético, que detinha exclusiva autorização para entrevistar jogadores e treinadores após as partidas.

A Globo se desesperou quando o CAP classificou-se para as finais do torneio, impedindo ainda que a emissora transmitisse as partidas.

Pressionada pelos patrocinadores, foi obrigada a pagar para o Atlético/PR, por essas duas partidas, mais do que o clube receberia pelo campeonato inteiro.

Somente assim a tv aberta conseguiu, na última hora, transmitir as finais.

Ou seja, se o CAP, que é um grande clube do futebol brasileiro, conseguiu deixar a Globo de joelhos, o que não fariam equipes ainda maiores, como Corinthians, Vasco, São Paulo, Flamengo, Palmeiras se tivessem dirigentes minimamente capazes ?

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

55 comentários sobre “Atlético/PR enquadra Rede Globo em negociação que serve de exemplo

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: