Advertisements
Anúncios

João Havelange era tratado como “inidôneo” pelo Governo do Brasil em 1968

A fama de corrupto do ex-presidente de honra da FIFA, João Havelange, é bem mais antiga do se pode imaginar.

Em 1968, já era tratado como “inidôneo” pelo Governo Brasileiro, que tinha como presidente o Marechal Costa e Silva.

Reportagem da revista VEJA, datada de 11/12/1968, edição 14, mostra que, no Diário Oficial da União, Havelange aparece numa lista de pessoas que mandaram irregularmente dinheiro para o exterior através da Investors Overseas Service – IOS empresa suíça que não pode mais operar no Brasil.

A Presidência mandava os Bancos oficiais e Caixas Econômicas tomarem cuidado com Havelange e outras 888 pessoas inidôneas e dizia que o endereço de Havelange era ignorado.

Porém, dias depois, após encontro com o Presidente e seu então Ministro da Fazenda, Delfim Netto, o nome de Havelange foi retirado dessa lista.

Talvez por motivos semelhantes ao que fizeram o ex-dirigente constar na relação da FIFA de recebedores de propina da ISL, décadas depois.

veja havelange 1968

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: