Advertisements
Anúncios

João Havelange era tratado como “inidôneo” pelo Governo do Brasil em 1968

A fama de corrupto do ex-presidente de honra da FIFA, João Havelange, é bem mais antiga do se pode imaginar.

Em 1968, já era tratado como “inidôneo” pelo Governo Brasileiro, que tinha como presidente o Marechal Costa e Silva.

Reportagem da revista VEJA, datada de 11/12/1968, edição 14, mostra que, no Diário Oficial da União, Havelange aparece numa lista de pessoas que mandaram irregularmente dinheiro para o exterior através da Investors Overseas Service – IOS empresa suíça que não pode mais operar no Brasil.

A Presidência mandava os Bancos oficiais e Caixas Econômicas tomarem cuidado com Havelange e outras 888 pessoas inidôneas e dizia que o endereço de Havelange era ignorado.

Porém, dias depois, após encontro com o Presidente e seu então Ministro da Fazenda, Delfim Netto, o nome de Havelange foi retirado dessa lista.

Talvez por motivos semelhantes ao que fizeram o ex-dirigente constar na relação da FIFA de recebedores de propina da ISL, décadas depois.

veja havelange 1968

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: