Advertisements
Anúncios

Marin e a Ditadura

charge marin del nero

Em 1975, o atual presidente da CBF, José Maria Marin, então parlamentar, fez um aparte a discurso do lamentável Wadih Helu, em apoio à intervenção governamental na TV Cultura, no triste período da Ditadura que assolou o Brasil.

Dias depois, o diretor da emissora, Vladiir Herzog, apareceu “suicidado”.

Um ano depois, noutro triste discurso, Marin defendeu e exaltou o delegado Sergio Paranhos Fleury, um monstro, responsável por mortes e torturas no período.

Ontem, o Blog do Juca trouxe à tona os áudios históricos, que comprovam a eloquência dos pronunciamentos.

Confira, logo abaixo.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: