Advertisements
Anúncios

Coluna do Fiori

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

apito

INICIO DA COPERATIVA DOS ÁRBITROS DE FUTEBOL DO ESTADO DE SÃO PAULO – COAFESP

Durante o transcorrer da contenda São Paulo e Corinthians, realizada em 31/03, arbitrada por Leandro Bizzio Marinho, lembrei que as relações entre Marco Polo Del Nero, presidente da Federação Paulista de Futebol e, Sérgio Correa da Silva, presidente do Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de São Paulo, na segunda metade da década 2000 não caminhava bem.

O discordar desagradou o dirigente da FPF; de pronto, Marco Polo Del Nero determinou que árbitros descontentes com a administração Sérgio Correa, apoiassem a criação de entidade representativa que pudesse concorrer, ou, aniquilar o sindicato.

O lançamento da Cooperativa dos Árbitros ocorreu no interior do prédio da FPF, situado na Barra Funda.

Passado algum tempo, Marco Polo e Sérgio Correa voltaram a se entender, episódio que obrigou os árbitros a pagarem mensalidade nas duas entidades, ou seja, Silas Santana, Artur Alves Junior e Leandro Bizzio Marinho, na condição de diretor Tesoureiro, recebiam pela COAFESP, Sérgio Correa da Silva e diretoria, pelo SAFESP.

RANKING

Artur Alves Junior, salvo engano, bem antes das provas que definiriam os árbitros que participariam da Série A1, lançou como integrantes na categoria de árbitros OURO:

Rafael Claus, Vinicius Furlan, Leandro Bizzio Marinho e Flavio Rodrigues de Souza, todos com cargo na diretoria da cooperativa.

ENTREVISTA

Na época um amigo, morador e leitor do Diário do Grande ABC, disse que Leandro Bizzio Marinho havia dado entrevista (não sei, se antes, ou, depois das provas do ranking) afirmando que era integrante da série A 1, na condição de arbitro ouro.

CAMPEONATO PAULISTA – 2013 – SÉRIE A 

16ª Rodada – Sábado 30/03

Palmeiras 2 x 1 Linense

Árbitro: Marcio Henrique Góis

O principal representante das leis do jogo, seus assistentes e adicionais, não foram exigidos; Trabalho aceitável

XV de Piracicaba 2 x 2 Ponte Preta

Árbitro: Rodrigo Braghetto

Sem problemas, quando exigido, interpretou as leis do jogo corretamente.

Domingo 31/03

São Paulo 1 x 2 Corinthians

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho

Item Técnico

– Durante o transcurso da disputa, Leandro Bizzio Marinho inverteu algumas faltas, sinalizando outras em que nada aconteceu.

– Quando da marcação da penalidade máxima (interpretação do árbitro) favorável ao Corinthians, entendi que não ocorreu;

Explico

– Pato levantou e esticou sua perna em direção da bola, com propósito de dominar o lance,

– por não estar distanciado o suficiente para não atingir seu oponente Rogério,

– sou convicto que o lance foi faltoso, ou seja, tiro indireto a favor do São Paulo.

– Contudo, por ter sido lance interpretativo,

– a penalidade máxima sinalizada não agrediu a lei do jogo,

– no entanto, Leandro Bizzio Marinho seguiu a regra em somente 50% por cento,

– os 50% restantes, foram descumpridos por não ter dado cartão vermelho para Rogério Ceni;

– possivelmente, para ficar no politicamente correto, garantindo o seu amanhã (escalas)

Item Disciplinar

Demorou e muito para tomar atitude e inibir as faltas praticadas pelos defensores do São Paulo

Conclusão

Fraco desempenho

Oeste 1 x 2 Santos

Árbitro: Rodrigo Guarizo do Amaral

Nos item técnico e disciplinar, trabalho tranquilo.

COPA LIBERTADORES 2013 – GRUPO 5

Quarta Feira 03/04

Milionários (COL) 0 x 1 Corinthians

Árbitro: Diego Aba (ARG)

Não foi exigido, trabalho normal.

Quinta Feira 04/04 – Grupo 3

Strongest (BOL) 2 x 1 São Paulo

Árbitro: Victor Carrillo (Peru)

Quando exigido, respeitou as leis do jogo; trabalho aceitável

COTIDIANO

Segurança no estado de São Paulo

c1

Acorda governador

Na condição de cidadão sou convicto que nosso estado é administrado por grande maioria dos latinhas esculpidas nos ombros da força fardada autoproclamados “honestos, dono da verdade, razão e saber”

CULTURA

c2

“Di-menó”

c3

Estamos revoltados com os defensores destes ladrões e assassinos

POLITICA

Os 5 Generais Presidentes – Autor : jornalista CARLOS CHAGAS

“Erros foram praticados durante o regime militar, eram tempos

difíceis. Claro que, no reverso da medalha, foi promovida ampla

modernização das nossas estruturas materiais. Fica para o historiador

do futuro emitir a sentença para aqueles tempos bicudos.”

Mas uma evidência salta aos olhos: a honestidade pessoal de cada um!

Quando Castelo Branco morreu num desastre de avião, verificaram os

herdeiros que seu patrimônio limitava-se a um apartamento em Ipanema e

umas poucas ações de empresas públicas e privadas.

Costa e Silva, acometido por um derrame cerebral, recebeu de favor o

privilégio de permanecer até o desenlace no palácio das Laranjeiras,

deixando para a viúva a pensão de marechal e um apartamento em

construção, em Copacabana.

Garrastazu Médici dispunha como herança de família, de uma fazenda de

gado em Bagé, mas quando adoeceu precisou ser tratado no Hospital da

Aeronáutica, no Galeão.

Ernesto Geisel, antes de assumir a presidência da República, comprou o

Sítio dos Cinamonos, em Teresópolis, que a filha vendeu para poder

manter-se no apartamento de três quartos e sala, no Rio.

João Figueiredo, depois de deixar o poder, não agüentou as despesas do Sítio do Dragão, em Petrópolis, vendendo primeiro os cavalos e depois a propriedade. Sua viúva, recentemente falecida, deixou um apartamento em São Conrado que os filhos agora colocaram à venda, ao que parece em estado de lamentável conservação.

OBS: foi operado no Hospital dos Servidores do Estado, no Rio.

Não é nada, não é nada, mas os cinco generais-presidentes até podem

ter cometido erros, mas não se meteram em negócios, não enriqueceram

nem receberam benesses de empreiteiras beneficiadas durante seus

governos.

Sequer criaram institutos destinados a preservar seus documentos ou

agenciar contratos para consultorias e palestras regiamente

remuneradas.

Bem diferente dos tempos atuais, não é?

Pois é… O pior é que ninguém faz nada!

Acrescento: nenhum deles mandou fazer um filme pseudo biográfico, pago com dinheiro público, de auto-exaltação e culto à própria personalidade!

Nenhum deles usou dinheiro público para fazer um parque homenageando a própria mãe.

Nenhum deles usou o hospital Sírio e Libanês.

Nenhum deles comprou avião de luxo no exterior.

Nenhum deles enviou nosso dinheiro para “ajudar” outro país.

Nenhum deles saiu de Brasília, ao fim do mandato, acompanhado por 11 caminhões lotados de toda espécie de móveis e objetos roubados.

Nenhum deles exaltou a ignorância.

Nenhum deles falava errado.

Nenhum deles apareceu embriagado em público.

Nenhum deles se mijou em público.

Nenhum deles passou a apoiar notórios desonestos depois de tê-los chamado de ladrões.

c4

VERDADES

Enquanto maioria continuar aplaudindo as obras dos estádios da Copa 2014 seguindo a nojenta cultura do “Toma Lá Dá Cá”, esquecendo da Saúde, Trabalho, Educação, Moradia e desenvolvimento decente para fixar o cidadão na origem; em todos os setores da vida pública, continuaremos dando murro na ponta da faca.

Exemplo do descaso impingido a todos nós pelos ladrões que comandam nossa linda e produtiva terra

c5

Essa é Dona Luzia, mas poderia muito bem ser sua avó, sua mãe ou você no futuro! Ninguém sabe o dia de amanhã…

Até quando vamos ter de nos submeter às humilhações nas longas filas dos órgãos públicos? Até quando vamos ver o Governo nos roubar descaradamente enquanto milhares de brasileiros morrem todos os dias nas filas do SUS? Até quando vamos ver nossos representantes CORRUPTOS desviando o dinheiro público em obras superfaturadas? Até quando vão investir BILHÕES em estádios enquanto nossas escolas caem aos pedaços? Até quando vamos aceitar um DEPUTADO custar mais de R$ 166 mil mensais aos cofres públicos ao passo que um PROFESSOR recebe um salário que mal dá para se sustentar? Até quando você vai ficar aí parado reclamando em constante inércia?

Ativismo virtual não é o bastante. Está na hora de sair às ruas e lutar por nossos DIREITOS! Está na hora de mostrar que o PODER emana do POVO! Está na hora de aprender que os políticos devem nos servir, e não nós a eles.

Está na hora de dar um BASTA nessa pouca vergonha!

Chega de Corruptos e Corruptores

Se liga São Paulo

Acorda Brasil

SP- 06/04/2013

*Não serão liberados comentários na Coluna do Fiori devido a ataques gratuitos e pessoais de gente que se sente incomodada com as verdades colocadas pelo colunista, e sequer possuem coragem de se identificar, embora saibamos bem a quais grupos representam.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: