Advertisements

Wtorre faz o que quer do Palmeiras

Sabedora de que o Palmeiras, além de duro, depende agora da capacidade da empreiteira em finalizar as obras da Arena Palestra para então, quem sabe, lucrar com um pouco das sobras de sua arrecadação, a WTorre tem feito o que quer de seus dirigentes.

A obra, que tinha prazo para ser entregue em 2010, depois 2011, 12, 13 e agora 14, esbarra na incapacidade da construtora de ter previsto o atraso na dificuldade para “rodear” a antiga arquibancada.

Ou talvez na malandragem de acreditarem que poderiam enganar o poder público, transformando uma obra de reforma em estádio novo, mesmo sem autorização para tal.

Fato é que o prejuízo ocasionado ao Palmeiras nos últimos anos, que teve seu clube transformado em canteiro de obras, prédios demolidos, e a consequente fuga de associados, nunca será reparado.

Para piorar a situação, as novas instalações, que por contrato deveriam ser arcadas exclusivamente pela Wtorre, foram entregues ao clube com fiação vagabunda, e sistema elétrico digno das piores “Cohabs” do Brasil.

Terão que ser refeitas, em nova “procissão de fé” a ser enfrentada pelo já impaciente associado palestrino.

Porém, esperta, a Wtorre quer agora cobrar do Palmeiras a referida reforma, acusando os dirigentes anteriores de terem solicitado as instalações elétricas da maneira que foram entregues.

Paulo Nobre não pode aceitar esse absurdo.

Das duas uma.

A Wtorre assume a incompetência e cumpre o contrato assinado ou apresente as provas de que o erro foi dos dirigentes palestrinos, para ai sim o clube poder cobra-los pelo prejuízo ocasionado.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: