Advertisements

Dirigentes do Corinthians podem ter colocado sinalizadores para dentro do estádio boliviano

educamisa

Fez muito bem a CONMEBOL em punir o Corinthians com a impossibilidade de torcedores comparecerem a jogos do clube na Libertadores da América.

Um prejuízo que pode ultrapassar a marca de R$ 15 milhões.

É clara a conivência de dirigentes corinthianos no episódio.

Não apenas pelo financiamento de passagens, estadia e ingressos, mas também por outras facilitações.

É pratica habitual dos homens ligados ao futebol corinthiano de colocar artefatos, inclusive os referidos sinalizadores, em estádios de futebol, burlando a fiscalização desses locais.

Sozinhos, os criminosos não conseguiriam nem pegar o avião, quanto mais entrar no estádio com os explosivos.

Os dirigentes alvinegros aproveitam-se da falta de rigidez em suas revistas para a prática do que consideram “colaborar com os organizados”.

Entre os que “ajudam”, está o olheiro, Mauro Van Basten, alguns conselheiros e até o gerente Edu Gaspar, que chorou após o trágico episódio boliviano, provavelmente por remorso.

Até em aeroportos, misturam aos pertences do clube objetos dos “torcedores”, evitando assim que sejam barrados antes do embarque e depois no desembarque.

Uma promiscuidade só, que foi premiada, dias atrás, com o resultado já conhecido e repugnado por todos os amantes ou não do esporte.

Tomara sirva de lição para que não apenas o Corinthians, como outros clubes que adotam a mesma prática, parem de dar subsídios para a sobrevivência desses criminosos que se dizem torcedores de futebol.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: