Advertisements

Empresa que administra “Fielzão” é acusada de fraude na Justiça

pacaemburosenberg

A BRL TRUST, empresa responsável por administrar o fundo “Arena”, gestor do “Fielzão”, tem um histórico judicial preocupante, levando-se em consideração o montante de dinheiro que deve ficar sob sua responsabilidade nos próximos anos.

É acusada de má utilização, em alguns casos até de fraude, em diversas ações.

Há, por exemplo, um pedido de revisão de contrato, no valor de R$ 21,7 milhões, em que a Brascooper acusa a gestora do estádio corinthiano de “golpe”.

Outro, de José Carlos Manuel de Oliveira, no valor de R$ 25 mil, acusando a BRL TRUST de não cumprir quatro clausulas de um contrato firmado entre as partes.

Até a LBV (Legião da Boa Vontade) cobra da empresa uma diferença de R$ 400 mil oriundas de negociações não muito bem explicadas, numa transferência de R$ 10 milhões da entidade assistencial para o Fundo Multisetorial, na Itália, em 03 de outubro de 2012.

Vale lembrar que um dos proprietários da BRL TRUST, Rodrigo Boccanera, figura também no contrato social da Jequitibá Patrimonial, por coincidência, também parte no fundo “Arena”, gestor do Fielzão.

Nome este que cheira a suco de “laranja”, tamanha a inexpressividade no próprio meio em que atua.

Um histórico complicado para uma empresa se ligar a um projeto de tamanha magnitude e responsabilidade, que envolve até abertura de Copa do Mundo, mas não para quem, a vida toda, sempre se envolveu em transações movimentadas na obscuridade.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: