Advertisements

Justiça obriga São Paulo, Lucas e Wagner Ribeiro a expor documentação sobre a transação com Paris Saint Germain

Em processo movido pelo empresário Julio Davini Junior, que acusa Wagner Ribeiro de calote na venda de Lucas para o Paris Saint Germain, a Justiça de São Paulo obrigou, por liminar, a exposição dos documentos de todas as partes envolvidas no negócio.

Davini conseguiu comprovar que tinha acordo firmado com Ribeiro que lhe garantia sociedade nesta negociação.

E não é o único.

Vale lembrar que a ex-esposa de Wagner Ribeiro também pediu judicialmente a parte destinada ao empresário na transação.

E descobriu que, embora todos saibam quem intermediou a transferência de Lucas para o exterior, não há papel comprovando o ocorrido.

Ou seja, se houve pagamento, este, muito provavelmente, aconteceu no famoso sistema do “por fora”.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: