Advertisements

Sobre os duelos brasileiros na Libertadores 2013

Logo após o sorteio dos grupos da Copa Libertadores 2013, o sorriso anêmico do treinador V(W)anderlei(y) Luxemburgo demonstrou claramente sua preocupação em ter que enfrentar a LDU, do Equador, logo na fase pré-grupos.

Dois jogos, um deles na altitude, que tornam, sem dúvida, a missão gremista das mais difíceis do torneio.

Se passar de fase, terá ainda a árdua tarefa de frequentar o grupo do Fluminense, embora os outros adversários, Huachipato (CHI) e Caracas (VEM) não coloquem medo em ninguém.

Ao Corinthians restou um grupo de razoável perigo, com o ridículo San José (BOL), o mediano Milionários (COL) e uma equipe mexicana, o Tijuana, que se não é uma assombração, de boba também não tem nada.

Outro que precisa se preocupar, e muito, é o Palmeiras, que enfrentará o experiente Libertad (PAR), o mediano Sporting (PER) e, muito provavelmente o Tigre (ARG), que não deve ter dificuldade em vencer os venezuelanos do Anzoategui, na fase pré-Libertadores.

Além das dificuldades naturais de enfrentar adversários de bom porte, e de não ter um time que imponha respeito, o Palmeiras herdará ainda os resquícios da recente batalha entre os argentinos e os são-paulinos.

O grupo mais equilibrado do torneio, sem dúvida, é o do Galo.

Têm uma equipe argentina, o Arsenal, e os bolivianos do Strongest, frequentes na Libertadores, além da provável presença do São Paulo, que não deve ficar no caminho perante o Bolivar (BOL), na fase inicial.

Não seria nada impossível que uma das duas equipes nacionais ficasse pelo caminho antes mesmo de avançar na competição.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: