“Fuleco” é perfeito de tão ruim

Por motivos óbvios, nove entre dez brasileiros odiaram a escolha do nome para o mascote brasileiro no Mundial de 2014.

“Fuleco” lembra “fuleiragem”, coisa ruim, feita nas coxas, sem pedigree, vagabunda, corrupta, até.

Razão pela qual, apesar de ruim, o nome é tão perfeito.

Retrata adequadamente não apenas a organização do evento, como também todos os procedimentos nada transparentes ocorridos até então.

Sem contar os que estão ainda por vir.

Melhor lembrança não haveríamos de ter, ainda mais com os jornalistas que devem exaltar “tudo” nos próximos anos, citando com falsa alegria o nome que ironiza gente como os próprios, e seus acobertados, para a alegria do povo que, criativo, deve se divertir com ilações nas mais diversas redes sociais.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.