Justiça condena Milton Neves por não falar a verdade

O “garoto propaganda” Milton Neves foi condenado, em 2ª instância, a indenizar o ex-jogador de futsal Sergio Cshapiro.

R$ 20 mil por ter dito que o então jogador agrediu o arbitro alemão Markus Merk, em 1993, durante a disputa da “Macabiadas”, uma espécie de “Olimpíadas” da colônia judaica.

Pra variar, faltou com a verdade.

Os verdadeiros agressores foram Dório Feldman e Fábio Vaserztein.

A Record, que cedia o espaço para seus programas, também acusada no episódio, em sua defesa desvencilhou-se de Milton Neves, dizendo ter contrato assinado em que o condenado “responde por tudo que disser no ar nacionalmente”.

Diante do histórico do “garoto propaganda” na profissão, não havia como ser diferente.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.