Advertisements

Desabafo de um torcedor corinthiano

From: Frederico Bádue

Sent: Thursday, June 28, 2012 6:03 PM

To: paulinhonet@terra.com.br

Subject: Crítica ao Sócio Torcedor

Paulinho,

Gostaria de compartilhar com você um desabafo

Sou corintiano roxo, mas estou triste. Sim, triste.

Após 3,5 anos e R$ 7.555 investidos participando do programa de sócios do Corinthians, o que eu ganho em recompensa: ficar de fora da histórica final da Libertadores.

Para o meu setor (um dos mais nobres do Pacaembu, diga-se de passagem) o programa não beneficiou os mais assíduos e abriu a venda geral. Por causa de 10 minutos de atraso para entrar no site e comprar, fiquei sem ingresso.

Desde o rebaixamento que eu dupliquei minha corintianidade. Entrei no programa, fui a quase todos os jogos do Corinthians nesse período. Acompanhei toda a trajetória de formação desta equipe que chega para disputar a final da Libertadores.

Vi o titulo da Serie B, do paulista, da copa do brasil e do brasileiro. Vi ganhar clássicos contra todos os grandes. Vi o Ronaldo. Mas não é só isso. No amistoso contra os reservas da Portuguesa, debaixo de chuva eu também estava lá. Contra o Grêmio Barueri, fazendo 8ºC em SP num sábado a tarde por um jogo do Brasileirão que não valia nada eu também estava lá. Contra o XV de Piracicaba, debaixo de chuva, com o time reserva eu também estava lá.

Em todos os jogos da Libertadores, eu estava lá.

Estou há 3,5 anos esperando esse momento, essa final. Não me importa se vai perder ou ganhar (vai ganhar). Eu participei de todos os momentos até aqui. Eu empurrei o Timão contra todos os adversários.

Mas nada disso foi levado em conta pelo Sócio Torcedor. Prevaleceu a sorte, a aleatoriedade de um software, a malandragem. O amor foi derrotado.

Na terça-feira, a hora que me dei conta que fiquei sem ingressos fui pra casa e chorei como há tempos eu não chorava.

Senti traído pelo Programa de Sócios que não foi capaz de priorizar os mais assíduos para o Setor Laranja do Pacaembu.

Três anos e meio de dedicação para ficar de fora do momento histórico.

Ontem passei o dia me arrastando, rezando pra acabar o dia logo. O Romarinho salvou o dia.

Quarta que vem será fácil me encontrar. Estarei sentado na calçada do pacaembú com um radinho a pilha na orelha. Não vou assistir esse jogo pela TV de jeito nenhum.

De qualquer forma, obrigado por ler meu desabafo.

abs

Frederico Bádue

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: