Advertisements

Empresário acusa BWA de abandonar jogadores no exterior e cobra calote

Recebemos mensagem do empresário de jogadores Nilton Barbosa, brasileiro radicado em Portugal, detonando a empresa BWA, que, além de ingressos, passou também a realizar negociatas com atletas.

Ele cobra não apenas dinheiro que diz ter a receber da empresa, como também os acusa de abandonar jogadores brasileiros no exterior.

“Até fome passavam”, diz o empresário.

Vale a pena ler abaixo a carta, na íntegra, para que possamos ter a real noção de como as coisas funcionam no submundo esportivo.

Os erros de português foram mantidos, para que o teor do documento não fosse alterado.

Por NILTON BARBOSA

Caros Sr. Da BWA

Apos 47 dias cuidando dos teus jogadores aqui em Portugal, eu nunca pensava em ter tantas decepções com os representantes destes.

Dois Jogadores.

E vergonhoso a falta de profissionalismo, e de humanidade que vocês tem para com os seres humanos.

Nestes 35 anos ligado ao mundo do futebol nos 4 continente já tive a infelicidade de cruzar com vários tipos de profissionais desonestos e sem escrúpulos, mas nenhum destes em que estou referindo tem o potencial de desonestidade que vocês tem.

Sr. Walter, as informações que me chegaram da sua pessoa diziam que é um Empresário bem sucedido ai no Brasil.

Se é verdade ou não, isto só diz respeito ao senhor.

Eu não quero e nem tenho interesse em saber, se o senhor tem todo este sucesso e porque trabalhaste para o ter, ok ?

Agora quanto a minha pessoa, eu não tenho o teu potencial financeiro nem de perto e nem de longe, mais tenho um potencial que poucas pessoas possuem, de trabalhar com honestidade, ser correto e cumprir com meus deveres e respeitar os seres humanos.

Isto foi o que meus pais me ensinaram.

Walter, eu trabalhei, cuidei, alimentei, protegi e dei apoio nas horas mais difícil que teus jogadores estava necessitando passando fome fora do seu Pais.

Foi o que vocês pediram para eu fazer.

Por isso, sua obrigação e simplesmente pagar o que você me deve, de todos os investimentos que tive com os teus jogadores aqui em Portugal.

Sabe, Sr. Walter, eu quero que me devolva aquilo que é meu, eu não estou lhe pedindo um tostão dos 47 dias que deixei de trabalhar para sustentar a minha família, para se dedicar a dar assistências para os teus 2 jogadores.

Deste trabalho eu jamais queria um tostão teu sabe por que ?-

Porque eu não lhe conheço e tampouco não sou teu empregado.

Você tem ai na tua empresa os meus contatos, e também tem os valores e números da minha conta Bancaria, creio que não vai ter nenhum problema para transferir os valores em divida para comigo.

Sabe Sr. Walter quem cuidou, quem investiu, quem deu todo o apoio aos teus jogadores, fui eu, o Nilton Barbosa, não o Anderson.

O meu amigo Anderson ajudou-me na parte financeira dentro dos limite dele, que alias esta era uma obrigação de vocês porque os jogadores pelo que sei não são do Anderson mais sim do Sr. Walter.

Os teus jogadores estavam em Portugal, e o Anderson tá na Inglaterra.

Nestes 47 dias, o Sr. Toninho, o Sr. Anderson, não deixaram de trabalhar nas tuas empresas um só dia certo, é com certeza obtiveram lucros.

Enquanto o Sr. Nilton não faturou nada nestes 47 dias.

Eu estava cuidando dos vossos jogadores.

Espero que o Senhor tenha consciência do que esta fazendo, e pague a pessoa que deu assistência para os teus jogadores que foram abandonados aqui em Portugal.

Eu como lhe disse, não lhe conheço dei assistência aos teus jogadores porque o Anderson me pediu, e disse que você era uma pessoa correta e seria, mas estou vendo que o Anderson ainda tem muito que aprender, porque estas duas palavras, “seriedade” e “correção” não fazem parte do teu vocabulário.

Termino estes esclarecimentos dizendo que qualquer tipo de crítica que eu queira fazer sobre as vossas desonestidades e de falta de caráter, vão ser Insignificante para você, porque vocês foram os seres humanos mais ordinários, mais vigaristas que cruzaram meu caminho.

Sabe Walter e Toninho um dia qualquer vai aparecer alguém, assim como vocês apareceram meu caminho para lhe devolver todo este mau que me causaram, mais em dobro, ai neste dia quem sabe vocês possam ter a noção da crueldade que ambos trazem nos vossos corações.

Fiquem com Deus, (por acaso vocês já ouviram falar neste nome, DEUS ? )

Nilton Barbosa.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: