Coluna do Fiori

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.br Email:caminhodasideias@superig.com.br

CAMPEONATO PAULISTA -SÉRIE A1

QUARTAS DE FINAL

Sábado 21/04/2012

São Paulo x Bragantino

Árbitro: Wilson Luiz Seneme

Trabalho desenvolvido com tranqüilidade.

Acertou quando sinalizou a penalidade máxima sofrida pelo são-paulino Fernandinho;

Como também, no cartão amarelo para Luiz Fabiano, por ter cometido falta no oponente Fernando Gabriel.

Domingo 22/04/2012

Corinthians x Ponte Preta

Árbitro: Rodrigo Braghetto

ITEM DISCIPLINAR

– Advertiu com cartão amarelo cinco atletas da Ponte Preta e, dois do Corinthians;

– neste componente, o corintiano Douglas, poderia e deveria ter sido advertido após o complemento da jogada que resultou na marcação do segundo gol de sua equipe;

Explico:

– em lance anterior, na proximidade da área defensiva da equipe campineira, Douglas cometeu falta no oponente Renato Cajá,

– falta corretamente não sinalizada,

– vez que a equipe da Ponte ficou com a posse da bola,

– na seqüência; a bola ultrapassou a linha divisória do campo de jogo, como Renato Cajá continuava caído,

– Rodrigo Braghetto poderia ter paralisado a partida e autorizado o atendimento necessário, como não o fez,

– os atletas corintianos que estavam com a posse da bola, lançaram-na, para William finalizar e marcar o segundo tento de sua equipe.

Expulsão:

Gilson Kleina, técnico da Ponte Preta, tentou tumultuar, ficou nervosinho, fez gestos direcionados ao árbitro, gritou e, esperneou; com este comportar, pediu sua expulsão, acertadamente, Rodrigo Braghetto, o atendeu.

Santos x Mogi Mirim

Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra

Não gostei, no item disciplinar, não teve peito pra tomar decisão que viesse a coibir o excesso de jogadas faltosas praticadas pelos defensores do Mogi Mirim. Como também, mostrou-se indeciso quando do inicio de confusão entre alguns dos litigantes.

No domingo 29/04/ 2012 serão realizadas duas partidas referentes à etapa semifinal, abaixo as equipes litigantes, respectivos horários; como também, a escala dos representantes das leis do jogo.

16h00

São Paulo x Santos

Árbitro: Paulo César de Oliveira

Assistente 01 – Emerson Augusto de Carvalho

Assistente 02 – Vicente Romano Neto

Quarto Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima

Assistente Adicional 01 – Vinicius Furlan

Assistente Adicional 02 – Leandro Bizzio Marinho

18h30min

Guarani x Ponte Preta

Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra

Assistente 01 – Marcelo Carvalho Van Gasse

Assistente 02 – Marcio Luiz Augusto

Quarto Árbitro – Marcelo Rogério

Assistente Adicional 01 – Marcelo Ribeiro de Souza.

Assistente Adicional 02 – Fabio Jesus V. Mendes

SAFESP

Acessando o site da entidade representativa dos árbitros de futebol do estado de São Paulo, pude observar que continua o desprezo para com os antigos associados e militantes, salvo, para com os associados que caminham ombro a ombro com os dirigentes de plantão.

EXPLICO

Digo isto, por não ter visto qualquer nota sobre o falecimento do Doutor Hélio Coelho, honrado ex-árbitro, bem como, um dos principais lutadores contra a corrupção escancarada no tempo que João Mendonça Falcão, presidia a FPF.

REPORTANDO

Lembro que o Doutor Hélio Coelho foi um dos fundadores da antiga APAFESP – Associação Paulista dos Árbitros de Futebol do Estado de São Paulo encerrada no ano 1982 após a assinatura da carta sindical que deu origem ao SAFESP.

AVERSÃO

O desprezo dos dirigentes para com aqueles que lutaram e lutam pela dignidade dos árbitros aconteceu por outras ocasiões, dentre estas; quando do falecimento do também lutador, fundador da APAFESP e, do sindicato, senhor José Juventino.

SINDICATO

Continuo entendendo que os dirigentes devam ter na assistência social para com os atuais e antigos associados, uma das suas principais finalidade.

Não nos esqueçamos que por melhores que sejam as condições de cada no hoje, no amanha, todos serão passado, torço para não acontecer, no entanto, alguns, poderão passar por diversas barreiras, com isto necessitarão de apoio.

NÃO ACEITAVA

Quando associado e militante, criei áreas de conflito com diretores, com árbitros, como também, com alguns dos dirigentes da FPF, por não concordar com a omissão para com os denominados aposentados.

COMPOR

Os dirigentes sindicais das diversas categorias, dentre as quais o SAFESP, que não tenham esfera para cuidar do antigo participante, mesmo que não tenha sido associado, deveriam instituir.

No apontamento devam constar informações atualizadas tendo como fim estabelecer visitas pessoais e periódicas para conhecer a condição de cada um. Havendo necessidade; situar e realizar a guarida necessária.

LIMPEZA NA ADMISTRAÇÃO DO FUTEBOL

Para tanto, se faz necessário afastar definitivamente os comprovadamente corruptos; dentre estes, João Havelange e Ricardo Teixeira.

Na seqüência! É preciso afastar e investigar seus bajuladores, dentre estes, alguns ex-árbitros e técnicos, como também; José Maria Marim, Marco Pólo Del Nero, maioria dos vices e dirigentes da FPF, especialmente, Reinaldo Carneiro Bastos.

Incluo neste cesto, maioria dos dirigentes de clubes e federações, recomendando para não ouvidarmos dos deputados e senadores que compõem a nojenta e corrupta bancada da bola.

Chega de Corrupção

Acorda Brasil

SP- 27/04/2012

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.