Dívidas corinthianas duplicam na Justiça

A prática de postergar o pagamento de dívidas judicias em que claramente o Corinthians será derrotado tem duplicado valores que poderiam ser melhor negociados se feitos amigavelmente.

Muitos são os casos.

Entre eles o da Turbo Sport, em que o ex-presidente Andres Sanches emitiu um cheque “borracha” de R$ 800 mil.

Hoje esta mesma dívida já atinge R$ 1,4 milhões, em valores corrigidos.

Quem conhece os donos da empresa sabem bem que tudo poderia ter sido resolvido de maneira diferente.

Porém, a falta de apreço pelo dinheiro do clube, que, por vezes, acreditam ser deles, leva a esse tipo de situação em que a bola de neve não para de crescer.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.