Advertisements

Ler o inquérito de Carlinhos Cachoeira é constatar a falência do Estado

Nosso espaço teve acesso a integra do inquérito que trata sobre as ligações da quadrilha do bicheiro Carlinhos Cachoeira e o mundo não apenas da política, como também da imprensa.

Estamos há dias mergulhados em milhares de páginas, lendo todas as transcrições de conversas, analisando documentos.

Nem chegamos à metade, mas o quadro apresentado, até o momento, é estarrecedor.

Indicações dão conta de que toda a polícia de Goiás estava na folha de pagamento.

Poucos tentavam ser honestos, mas, quando diagnosticados, logo eram transferidos ou pressionados, por ameaça ou financeiramente, a entrar no esquema.

Policiais destacavam verdadeiros exércitos para fazer a segurança das casas de Bingo e Bicho, deixando ainda outros avisados para não tocarem no sistema.

Quando uma blitz acontecia, os proprietários eram avisados com tempo suficiente para se safarem.

Todas as operações da PF vazavam, porém, inteligentes, os federais até isso monitoravam.

Celulares, transmissões por fax (impressionante), VOIP, Nextel, tudo estava grampeado, com as operadoras assinando documentos em que garantiam o sigilo da operação.

Muitos jornalistas estavam dominados e doutrinados pela quadrilha de Cachoeira.

Desde os mais regionais, passando por gente graúda e até os que recolhiam migalhas, caso específico de Jorge Kajuru.

Marconi Pirillo, Demostenes Torres, Prefeitos de diversos municípios do Estado, e até Edir Macedo aparecem nas escutas, alguns citados, outros como “parceiros”, caso do Governador Goiano.

Goiás tinha um estado de corrupção se sobrepondo ao estado de direito, em que os verdadeiros “governadores” eram os criminosos, enquanto o Governador e seus Prefeitos eram mera ferramenta política da organização.

Devagar, durante a semana, publicaremos trechos de conversas, e alguma documentação sobre o caso.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: