Advertisements

Chá de cadeira à Al Capone

Foi enviado à Receita Federal ofício da Polícia Civil do Distrito Federal acusando Ricardo Teixeira de movimentar mais de US$ 1 milhão irregularmente tanto no Brasil quanto no exterior.

Há outras movimentações ainda sendo investigadas.

Se, de fato, negociatas não costumam deixar recibo, dificultando a prisão dos possíveis criminosos, deixar de pagar imposto ou pagá-lo de maneira irregular sempre deixa algum tipo de rastro.

E, assim como o lendário Al Capone, nos anos 30, o Imperador da CBF pode ter sua derrocada iniciada pelo descuido natural gerado pela sensação de impunidade dos que acreditam estar acima do bem e do mal.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: